quinta-feira, 17 de maio de 2007

O Desprazer Dos Rostos Humanos


Sou um ser odiado

Sou um ser odioso

Sou um ser que odeia

Odeia todo rosto humano

Odeio o meu próprio rosto

Vomito diante de todo

Rosto humano

Vomito diante

Do meu rosto

Apodrecidas são as feições

Humanas

Apodrecida é a minha feição

Uma maldição é isso

Uma puta maldição é isso

Eu quero rasgar

Todo rosto humano

Eu quero rasgar

O meu rosto

Caralho de rostos malditos

Caralho de rostos humanos

Caralho do meu rosto

Foda é esse ódio

Esse ódio meu

Um ser estranhamente ainda

Humano

Por todo rosto humano

Foda é o meu ódio

Foda é o meu ódio

Foda é o meu ódio

Todo rosto humano

Todo dia vejo

Todo dia tenho o desprazer

De ver

É como tormento infinito

Desgraça maldita

É ter um rosto humano

Eu queria ter

O Rosto Do Diabo

Eu queria ter

O Rosto De Satan

Eu queria ter

O Rosto De Lúcifer

Eu queria ter

O Rosto Dos Deuses Das Trevas

Eu queria ter

O Rosto Dos Deuses Infernais

Eu queria ter

Rostos assim

Mas tenho a porra de um maldito

De um maldito

De um maldito

De um maldito

Rosto humano

Caralho como odeio isso

Caralho como odeio isso

Caralho como odeio isso

Odeio ter um rosto humano

Rasgo meu rosto

Cuspo em meu rosto

Rasgo-o todo

Rasgáveis todos os rostos humanos

Rostos de cadáveres malditos

Rostos de inúteis malditos

Rostos que se acham algo

Rostos que se dizem algo

Rostos da Times

Rostos da Vogue

Rostos Da Globo

Rostos do caralho

Rostos do caralho pelo mundo todo

Canso-me desses rostos

Canso-me do meu rosto

Dai-me uma

Navalha Sagrada

Deusa Maldição

Uma Navalha Sagrada Vossa

Para que eu possa cortar

Todos os rostos humanos

Para que eu possa cortar

O meu rosto

E assim fazer parecer

Todo rosto humano

E assim fazer parecer

O meu rosto humano

Mais parecidos

Com Os Rostos

Daqueles Que Caminham

Pelos Mundos Malditos

Das Trevas

Das Sombras

Das Escuridões

Dos Infernos

Os Rostos que eu amo

Os Rostos que eu adoro

Os Rostos que eu

Que eu

Gostaria de ter

O Rosto Dos Deuses Malditos

O Rosto Dos Dos Deuses Das Trevas

O Rosto Dos Deuses Das Sombras

O Rosto Dos Deuses Das Escuridões

O Rosto Dos Deuses Infernais

O Rosto Do Diabo

O Rosto De Satan

O Rosto De Lúcifer

Rostos Nobres

Rostos Eternos

Rostos Simpáticos

Rostos Amigos

Amigos meus

Pois prefiro a companhia Deles

Do que a de um

Maldito ser humano

Prefiro ser um maldito

Odiando todo rosto humano

E odiando o meu rosto humano

Tendo como

Verdadeiros Amigos

Tendo como

Amigos Verdadeiros

Todos Os Seres Obscuros

Todos Os Seres Trevosos

Todos Os Seres Encontrados

Nas Covas Abismais Da Criação

Pelos que como eu

Não fogem e nem temem

Escavar tais Covas

Todos Os Seres

Como Tu

Minha Amada Deusa Maldição

Senhora Maldita do meu ódio

Por todo rosto humano

Senhora Maldita do meu ódio

Pelo meu rosto humano

Senhora Maldita Cujo Rosto

Eu também quero ter

Mas

De certa forma

De todas as formas

Eu possuo

Os Rostos

De cada um

Desses Seres

Todos meus amigos

Todos meus companheiros

Todos melhores do que

Qualquer ser humano

Todos que me inspiram

Todos cujos Rostos

Seus malditos

De rostos humanos

Suas malditas

De rostos humanos

Vejo em sonhos

Vejo pelas ruas

Vejo agora

São Rostos Belos

São Rostos Eternos

São Rostos Amigos

São Rostos visíveis

Apenas aos que como eu

São Filhos Malditos Da Criação

E odeiam

Rostos humanos

E odeiam

Os próprios rostos

E ODEIAM SER

SERES HUMANOS MALDITOS

COM ROSTOS MALDITOS

QUE SE REDUZIRÃO

AO PÓ EFÊMERO

QUE EM UM CAIXÃO

É O ALIMENTO

DO NADA

EM NADA

PARA O NADA

DE NADA

DE MAIS

SERES HUMANOS MALDITOS

DE ROSTOS MALDITOS

QUE SERÃO OS MESMOS

SEMPRE

SEMPRE

SEMPRE

SEMPRE

SEMPRE

SEMPRE

SEMPRE

SERES HUMANOS MALDITOS

DE ROSTOS MALDITOS

COMO O MEU ROSTO

SERÁ MALDITO

ENQUANTO EU FOR

UM SER HUMANO MALDITO!!!


Inominável Ser

UM SER POSSUIDOR

DE UM ROSTO HUMANO

MALDITO





Reações:

3 Lamentos Finais De Cadáveres:

Conceição Bernardino disse...

Arrepiante mas com beleza da sua natureza

Mîkhā'ēl disse...

tenho certeza, que quando você se harmonizar com todas pessoas, essa manifestação ilusória de sofrimento em sua vida vai desaparecer, e você poderá viver como sempre quis. Em harmonia com sua família, com a sociedade, saindo, se divertindo, sendo feliz, como você, no fundo de sua alma perfeita, deseja... E não diga que não deseja. Seja realista, admita. Harmoniza-te com todas coisas pessoas e fatos, e tudo será teu amigo.

Você em sua natureza, é perfeito, luminoso e puro. Antes de vir a este mundo, você tinha prometido que iria se perdoar por aquelas coisas que fez, mas algumas coisas no caminho, lhe fizeram esquecer disso. Não precisa se auto punir. Aquilas coisas, já foram perdoadas. Viva o agora.

Inominável Ser disse...

Em essência, Mîkhā'ēl, não se pode confundir a criatura com o criador, a palavra com a versificação da palavra, a atitude com o ato que ainda será. Toda manifestação aqui é oriunda de algo que se propõe a passar uma mensagem interna a todo coração que se propõe a compreender com mais do que a humana mente. Nada contra o teu comentário, mas metade do que dissestes contraria o sentido mais real de uma produção artística que expressa um conteúdo, apenas, de meu Ser. Todo poeta é livre para expressar-se da maneira que quiser; assim, também, todo tipo de Arte é uma maneira própria de auto-expressão, que não contraria as Leis Divinas porque tudo artisticamente concebido não ansce para ser visto como divino ou profano.

A Arte não é divina e nem profana, ela É em si mesma. Analises as obras de arte que puder, de todos os gêneros, e TODAS lhe dirão isso; depois, pergunte a si mesmo Quem autoriza a dinamização de cada uma delas no mundo e tudo o que cada uma tem a dizer ao mundo.

Agradeço o comentário, o qual publiquei apenas para esclarecer algo.