sexta-feira, 2 de novembro de 2007

O Sangrento Brilhar Do Decadente Anoitecer


Brutas caveiras estão espalhadas

Por onde eu caminho

No Decadente Anoitecer

Deste mundo de nada

Que nutre-se de todo

Falso Amanhecer.

As entidades humanas todas

Falsamente dotadas estão

De um qualquer

Amanhecer.

Estão falsas,

São falsas,

Eu sinto o odor delas,

O odor dos seres humanos

Que é o odor maior

Das coisas todas

Verdadeiramente apodrecidas

Do Planeta Terra.

Sinto esse odor,

Esse esgoto de suores,

Esse esgoto de salivas,

Esse esgoto de fezes,

Esse esgoto de mijos,

Que é todo ser humano

E me delicio por ser

Um odor prazeroso

Que me alimenta em meu

Sangrento gosto...

Amo as curvas da corporeidade

Da Podridão Humana,

Os Podres Humanos,

Os Caídos Humanos,

Raça fétida,

Raça medíocre,

Raça estúpida,

Raça imbecil,

Raça reles serva

Dos Deuses Das Decadências

Universais,

É a minha mais querida

Relíquia considerada...

Ah,

Podres Humanos,

Eu vos amo tanto...

Ah,

Podres Humanos,

Eu vos amo muito...

Ah,

Podres Humanos,

Eu te amo extremamente...

Ah,

Podres Humanos,

Eu vos amo decentemente...

Ah,

Podres Humano,

Eu vos amo respeitosamente...

Respeito a vossa

Admirável Decadência Contemporânea,

Me delicio com os crimes todos

Que mais te apodrecem,

Me delicio com as loucuras todas

Que mais te apodrecem,

Me delicio com as injustiças todas

Que mais te apodrecem,

Me delicio com a vossa fraca segurança

No Cu Do Deus Único

Ou no Cu Dos Deuses

Ou em vossos próprios cus

Quando cus ateísticos.

Me delicio,

Carrego um pequena cruz

Arrancada de um padre tão podre

Como todos os padres de hoje

Há oitocentos anos atrás,

Uma cruz que brilha quando

Rasgo a apodrecida garganta

De um da vossa

Podre Raça.

Noites humanas,

Humanas Noites,

Sempre decadentes,

Sempre apodrecidas,

Noites de um sangrento brilhar

Quando meus caninos

Que jamais apodrecerão,

Pois sou de uma Raça Superior,

Verdadeiramente Superior,

E não da vossa

Podre Imunda

Raça Humana,

Estão preparados para uma investida

De sanguinária ação

Entre as sanguinárias ações

Da vossa

Decadente Raça.

As ações

Da vossa Decadente Raça

Não brilham.

Minhas ações,

Seus apodrecidos seres

Decadentes humanos,

Possuem para

Os Olhos Da Grande Noite,

A Verdadeira Noite,

A Evolutiva Noite,

A Revolucionária Noite,

Onipotente

Onisciente

Onisciente

Sangrento Brilho...


Inominável Ser

SANGRENTO

BRILHANDO




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: