sexta-feira, 23 de maio de 2008

A Deusa Infernal Que Em Meia-Noite De Lua Cheia Evoco Para Honrar


Sete Pentagramas

De Primeira Força

À Esquerda...


Oito Pentagramas

De Segunda Força

À Direita...


Nove Pentagramas

De Terceira Força

No Centro...


Eu,

No Círculo,

E o Exu Da Meia-Noite

Inspirando-Me No Traçar

Dos Negros Símbolos.


Sombras E Fuligem,

Poeira E Barro,

Lânguida vertigem,

Tudo isso fora

Do Círculo Traçado.


Esqueço As Sombras

E Sou As Sombras.


Esqueço A Fuligem

E Sou A Fuligem.


Esqueço A Poeira

E Sou A Poeira.


Esqueço O Barro

E Sou O Barro.


Esqueço A Vertigem

E Sou A Vertigem.


Vertigem Do Equilibrado,

Os Ventos Do Oeste Sopram,

Os Ventos Do Norte Param,

Os Ventos Do Sul Vindo,

Os Ventos Do Leste Morrendo.


Sou Todos Os Ventos

Do Centro,

Faço-Me O Centro,

Espada Em Movimento,

Cetro Em Movimento.

Dedico Meu Ser

Aos Guardiães Da Meia-Noite,

O Exu Da Meia-Noite

Afasta-Se,

Vou Ao Evocar Dela.


Mãos De Fé Infernal,

Pés De Fé Infernal,

Voz De Fé Infernal,

Evocar,

Evocar....


Douro Inferno,

Duradouros Infernos,

Evocar,

Evocar,

Evocar...


Vindo Todo O Inferno,

Evocar,

Evocar,

Evocar,

Evocar...


Evocar,

Evocar,

Evocar,

Evocar,

Evocar...


LYYRAME ATEREUN

LYYRAME TUDERA

LYYRAME EIUYTRE

LYYRAME WANAD

LYYRAME DEWOYRTA

LYYRAME EOPORE

LYYRAME MERANA

LYYRAME BEREME

LYYRAME DEREJA

LYYRAME BALAKYR

LYYRAME ETARER

LYYRAME TUNADER

LYYRAME BASEDRER

LYYRAME TUDOFER

LYYRAME ADAERER

LYYRAME OPERER

LYYRAME PADEWER

LYYRAME TUNODER

LYYRAME RAMORER

LYYRAME NASEDOER

LYYRAME MOREDER

LYYRAME REESMAER

LYYRAME POFER


LYYRAME


ASODOR


LYYRAME


ADEROR


LYYRAME


POGERUR


LYYRAME


MOROEN


LYYRAME AGURTYR DEROUNAN MADERER NAIER OPERIR ODUNARER TEREAR READSER DEORER TEOSER DEOTER DOROER TEOIURER TEPORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


PORER


LY Y Y RA A A A ME E E


Lyyrame,

Deusa Da Chama Negra

Dos Círculos Internos

De Bavahamach,

Serrania Dos Impiedosos

E Dos Cruéis,

Justa Profanadora

Dos Círculos Celestiais,

Titanidade Das Trevas

Que Engolem Todos Os

Altos Canais!


Diante de mim,

Lyyrame,

A Deusa Infernal

Lyyrame!


O Ritual prossegue,

A Oferta foi aceita,

Eu Sou A Oferta,

O Banquete De Lyyrame

É O Conceder-Me A Flecha

Dos Bárbaros Indomáveis!


O Ritual prossegue,

Os Pedidos são

No Silêncio Protegido

Pelos Demônios Do Interno

Fogo Maior Infernal,

A Celestialidade Nada Ouve!


O Ritual prossegue,

Deusa Lyyrame

É Aquela Que Como

Cruel Deusa Guerreira

Aos Meus Inimigos

Carnais E Espirituais

Dilacera!


O Ritual prossegue,

Deusa Lyyrame,

Faça Com Que Eu

Me Banqueteie

Com O Sangue Dos Estúpidos

Que Me Confrontam,

Animais Menores

Diante Do Animal Maior

Que Eu Sou!


O Ritual prossegue,

Deusa Lyyrame,

E Naquele Silêncio

Protegido

Faço Os Meus

Mais Secretos

Negros Infernais Pedidos A Ti...


ADERYOR

LYYRAME


ADERYOR

LYYRAME


ADERYOR

LYYRAME


ADERYOR

LYYRAME


ADERYOR

LYYRAME


ADERYOR

LYYRAME


ADERYOR

LYYRAME


Inominável Ser

REALIZANDO

O ETERNO RITUAL

COM

A DEUSA LYYRAME




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: