quinta-feira, 24 de julho de 2008

Ela Que Vem Como Grande Predadora Sonhadora


Desgraçados que nesta madrugada

Rondam os palcos dos shows sangrentos

Dos antigos e bons dias nos quais

A garantia de viver bem

Era viver do sangue a escorrer

Por todas as peles do mundo,

Ela que vem como grande predadora

Senhora

Quer um pouco da fruta estragada

Que as fezes de cães leprosos

Como vós todos sois

Faz cair nos vasos sanitários.


Desgraçados noturnos,

Filhos da puta desgraçados

Da noite,

Vermes desgraçados que se rasgam

E rastejam todos

Pelos bares e bórdeis,

Procurando putas,

Procurando michês,

Ela que vem como grande predadora

Senhora

Deseja um encontro convosco

Que seja derradeiro entre o molde de ossos

De um cemitério sagrado

Denominado O Cemitério Dos Desgraçados

Que São As Fezes Das Noites

De Caça Existencial.


Desgraçados encarnados,

Desgraçados desencarnados,

Turba de desgarrados

Das saias de vossas sujas

Mães humanas,

Tribo de dementes

Que residem em hospícios

E lixeiras denominadas

Moradias humanas,

Ela que vem como grande predadora

Sonhadora

Quer a todos vós no

Grande Sonho Noturno

Envoltos nas Brumas Do Sangue,

As Brumas Dos Não-Nascidos,

As Brumas Dos Filhos Do

Noturno Suicídio.


Desgraçados ricos,

Desgraçados pobres,

Desgraçados negros,

Desgraçados brancos,

Desgraçados amarelos,

Desgraçados vermelhos,

Vós sois o lixo das terras

Da Humanidade

E a Humanidade é

O Grande Lixo,

Mas

Ela que vem como grande predadora

Sonhadora,

Ela,

Não-Nascida,

Gosta de remexer no lixo,

É uma sedenta lixeira,

Cujos ganhos são de consumir-vos

Nos sonhos e nos pesadelos de lixo

Vossos...


Desgraçados,

Ela vai como grande predadora

Sonhadora

Aos vossos desgraçados leitos

Que são iufinitos lixos...


Desgraçados,

Ela vai como grande predadora

Sonhadora

Ao alcance de vossas energias

De deliciosas perdições...


Desgraçados,

Ela vai como grande predadora

Sonhadora

Sorrir acima de vós todos

Por todas as noites

Neste Humano Esgoto,

Por todas as noites

Nesta Humana Lixeira...


Ao Longe,

Elas,

Eles,

Os Não-Nascidos,

Em Redor De Amalya,

Despertam No Grande Sonho

E Abraçam A Grande Realidade

De Uma Existência

Que Realiza Os Sonhos

Dos Viciados,

Dos Perturbados,

Dos Doentes Todos

Desgraçados

Da Humanidade.


Ela que vem como grande predadora

Sonhadora

É uma Realizadora.


Inominável Ser

RECEBENDO REALIZADO

ELA QUE VEM COMO

GRANDE PREDADORA

SONHADORA






Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: