quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Ainda Estou A Lhes Massacrar, A Todos Vós, Malditos Inimigos Em Meu Redor!!!


Gritos de dores amaldiçoadas

O meu Espírito Eterno

Ainda ouve,

Ainda ouve todos os gritos

Daqueles que em Assíria

Quando eu era um selvagem

Guerreiro tenaz

Derrubei decapitando,

Derrubei estuprando,

Derrubei esquartejando,

Arrastei pelas areias dos desertos

E de cujo sangue me saciei

Nestes meus mesmos lábios

De agora...

 

Gritos malditos,

Gritos,

Mais gritos,

O meu Espírito Eterno

Ainda ouve,

Em Esparta matei meus filhos

Mais fracos,

Pisoteei-lhes nos crânios

Por não saberem empunhar

Uma espada,

Queimei mil mulheres vivas

Que me desprezaram

Após mil batalhas,

Corrompi mil almas que me seguiram

Derramando todo tipo de sangue

Pelas terras que então eram

Européias...

 

Gritos,

Gritos muitos,

Malditos gritos,

O meu Espírito Eterno

Ainda ouve,

Em Roma

Crucifiquei o próprio Cristo,

Sou Judas,

O mesmo Judas

Das trinta moedas de ouro,

Eu me lembro

De ter beijado à traição

O rosto daquele

Maldito Nazareno,

Eu fui mais romano

Do que judeu

Naquele ato então,

Eu fui mais maldito

Do que nunca

Naquela trágica traição...

 

Gritos,

Vão todos gritando,

Todos os gritos,

O meu Espírito Eterno

Ainda ouve,

Pela Idade Das Trevas

Fui encarnando

E reencarnando

Como assassino

E como devasso,

Como rico

E como pobre,

Sempre em busca de crimes,

Sempre em busca de

Espalhar os tormentos

Mais bizarros,

Sempre cuspindo nos pratos

Da Deusa Vida,

Sempre lambendo os pratos

Da Deusa Morte

Com uma faca,

Com um machado,

Com uma espada,

Com uma lança...

 

Gritos,

Gritos em meu redor,

Sempre gritam em meu redor,

O meu Espírito Eterno

Ainda ouve,

Na Inquisição

Queimei cristãos novos

E queimei

Cristãos antigos,

Saboreei o clamor pelas

Existências

Dos inocentes,

Sorri e gargalhei

Diante de corpos sendo

Pelas chamas consumidos,

Estuprei muitas,

Estuprei muitos,

Torturei todos os que

Sob meu jugo

De carrasco feroz

Ficaram...

 

Gritos,

Muitos mais gritos,

Gritos que me amaldiçoam,

O meu Espírito Eterno

Ainda ouve,

Como rei em França

Queimei muitos,

Queimei muitas,

Crianças carbonizadas

Me davam prazer,

Bebês carbonizados

Me davam prazer,

Velhos carbonizados

Me davam prazer,

Animais carbonizados

Me davam prazer,

Mulheres carbonizadas

Me davam prazer,

Homens carbonizados

Me davam prazer,

Prazer que ainda me excita,

Prazer,

Muito prazer,

Delicioso prazer...

 

O QUÊ???

 

ACHAM QUE EU ME

ARREPENDO

DOS MEUS CRIMES

EM EXISTÊNCIAS

ANTERIORES???

 

ACHAM QUE A MERDA

DO ESPIRITISMO

COM AS MERDAS

DAS PALAVRAS DE MERDA

DA MERDA DO ALLAN KARDEC

E DE OUTROS FODIDOS DE MERDA

COMO BEZERRA DE MENESES

E CHICO XAVIER

E EMANUEL

ME EMOCIONAM E APLACAM

A FÚRIA D'ALMA MINHA,

ETERNA FÚRIA

DE LEÃO IMPLACÁVEL???

 

ACHAM QUE ME IMPORTO

COM AS DORES

DOS MEUS INIMIGOS

A ME RONDAREM SEMPRE

E A ME ATACAREM SEMPRE???

 

ACHAM QUE EU NÃO FARIA

TUDO DE NOVO

COM CADA UM DELES

SE TIVESSE A CHANCE???

 

ACHAM QUE EU NÃO RETRIBUO

O ÓDIO DELES POR MIM

COM TANTO ÓDIO

EQUIVALENTE AO DELES???

 

ACHAM QUE EU EU SOU

IGUAL A VÓS,

SEUS FODIDOS LEITORES

VIRTUAIS

QUE EU TAMBÉM DEVO TER

TORTURADO,

ESTUPRADO,

ASSASSINADO,

ESQUARTEJADO,

DILACERADO,

QUEIMADOS VIVOS

EM FOGUEIRAS

QUE AINDA ME VEM

À MENTE???

 

HA

HA

HA

HA

HA

HA

HA

HA

HA,

EU SOU ISSO AÍ MESMO,

SEUS MALDITOS DESGRAÇADOS,

MALDITOS DESGRAÇADOS

QUE AGORA ESTÃO AQUI

RECEBENDO ESTA MINHA

MENSAGEM DE ÓDIO!!!

 

EU VOS ODEIO,

EU VOS MATARIA

NOVAMENTE,

UM POR UM,

EU NÃO VOS TEMO,

DECLARO GUERRA,

GUERRA

GUERRA

GUERRA

GUERRA

GUERRA

GUERRA

GUERRA

GUERRA

GUERRA,

A CADA UM DE VÓS,

SOZINHO,

SEM DEUSAS,

SEM DEUSES,

DIANTE DE MIM

E AO MEU LADO!!!

 

EU VOS ODEIO

E  A DEUSA MALDIÇÃO

É A QUE NOS UNIU

PARA ESTA GUERRA

QUE TRAVAMOS,

VEREMOS QUEM CAIRÁ

PRIMEIRO:

EU INOMINÁVEL SER

GIOVANI COELHO DE SOUZA

OU VÓS

MALDITOS ETERNOS VERMES

QUE ME PERSEGUEM,

QUE EU MATEI,

QUE EU NÃO ME ARREPENDO

DE TER MATADO,

QUE EU NÃO ME ARREPENDO

DE TER FEITO

SOFRER,

EU VOS MATARIA

UM A UM

NOVAMENTE

INFINITAMENTE

EU VOS MATARIA

UM A UM

NOVAMENTE

INFINITAMENTE

EU VOS MATARIA

UM A UM

NOVAMENTE

INFINITAMENTE

EU VOS MATARIA

UM A UM

NOVAMENTE

INFINITAMENTE

EU VOS MATARIA

UM A UM

NOVAMENTE

INFINITAMENTE

EU VOS MATARIA

UM A UM

NOVAMENTE

INFINITAMENTE

EU VOS MATARIA

UM A UM

NOVAMENTE

INFINITAMENTE

EU VOS MATARIA

UM A UM

NOVAMENTE

INFINITAMENTE

EU VOS MATARIA

UM A UM

NOVAMENTE

INFINITAMENTE!!!

 

NESTA COVA,

EU AFIRMO ISTO,

PELO NOME DO ABISMO

QUE EU SOU,

PELO NOME DO INFERNO

QUE EU SOU,

PELO NOME DAS TREVAS

QUE EU SOU,

PELO NOME DA ESCURIDÃO

QUE EU SOU!!!

 

Inominável Ser

COM ÓDIO

COM ÓDIO

COM ÓDIO

COM ÓDIO

COM ÓDIO

COM ÓDIO

COM ÓDIO

COM ÓDIO

COM ÓDIO

 

 

 

 


Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: