sábado, 11 de outubro de 2008

.........


A Deusa Desgraça está
Gargalhando!
Por que gargalhas assim,
Mãe da vida humana atual,
Vida morta vida,
Morte viva que é a tônica
Da humana existencialidade?
Por que gargalhas assim?
Tu estás feliz!
Vossas Filhas,
Que são as pequenas
E as grandes desgraças humanas,
Estão sendo mais libertas pelo mundo.
Encarceradas diante
Das poucas graças que ainda
Faziam-se sólidas no mundo,
Vossas Filhas Desgraçadas
Fazem o sangue,
Fazem a dor,
Fazem as lágrimas humanas
Percorrerem com rápido ardor
As Covas que são os horizontes
Deste mundo sem cor.
A Deusa Escuridão,
Minha Mãe Escuridão,
Espalha escuridões,
Abençoa escuridões,
Doa escuridões,
A Ti,
Deusa Desgraça.
Tu estás fazendo-Te minha Mãe.
Eu estou fazendo-me Vosso Filho.
Todo humano faz-se Vosso Filho.


Inominável Ser

FILHO DA

DEUSA DESGRAÇA






Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: