quarta-feira, 5 de agosto de 2009

O Livro Inominável Dos Vampiros - Canto I


Cinzas Cantam

Cada Glória

Que Adjacente

Ao Rumo Dos Noturnos

Imortais Da

Grande Noite

São Relatoras

Do Imemorial Avançar

De Ossos

Que Podem Narrar

A Criação

Em Noturnas Histórias.

Cinzas Trazem

Vidas,

Cinzas Tragam

Mortes,

O Último Vampiro

Que Cai

Sempternamente

Tragará A Fonte

De Dantesco Sangue

Que Corre

Entre Os Mortais.

Uma Taça De Sangue

Vem Sendo Preenchida

A Partir Das Cinzas

Dos Filhos

Dos Caninos Amantes

Do Escuro

E Da Claridade,

A Claridade Tumular

Das

Rubras Estrelas,

O Escuro Tumular

Das

Brancas Estrelas.

Babalon

Enche A Vampírica

Sangrenta Taça.

Hecate

Uiva Para Consagrar

Cada Sangrenta Gota.

Lilith

Saliva Para Envenenar

Cada Um A Beber

Da Taça.

Outras

Enchem A Taça,

Outros

Enchem A Taça,

Mas Os Seus Nomes

Perdidos Estão,

Foram Devorados

Pela Temporal Traça.

Lilith,

Babalon

E Hecate:

A Serpente,

A Leoa

E A Loba.

Três Nomes

Para Nenhum Nome

A Ser A

Eterna Força

Que Move

Cada Vampiro

Em Sua

Jornada.

Nomes,

Sangue,

Túmulos:

As Angústias Narradas.

Sem

Nomes,

Com Mais

Sangue,

Com Mais

Túmulos:

As Riquezas Compreendidas.

Inominável,

O Eterno Sangue,

O Eterno Túmulo:

As Pobrezas Rasgadas.

Todo Vampiro

Regido Está

Pelo Antigo Odor

Das Eternas Coisas

Rasgadas

E Reconstruídas.

Nós,

Vampiros,

Resistimos Ao Império

Das Forças Estranhas

Ao Rumo De Nossas

Naturezas.

Nós,

Vampiros,

Nos Amparamos

No Néctar

Que Nasce

Acima E Abaixo

De Cada Cova.

Nós,

Vampiros,

Voamos Pelo

Noturno Sonho,

Somos Os Sonhos

Das Donzelas

Que Nos Amam,

Somos Os Sonhos

Dos Senhores

Que Nos Chamam,

E Podemos Ser

Grandes Pesadelos

Para Os Que

Não Mordem

A Noturna Sangrenta Maça

Colhida Da

Sangrenta Árvore

Que Cresce Sempre

À Meia-Noite.

Nós,

Vampiros,

Escrevendo

A Nossa Trajetória

Com A Sabedoria

Das Nossas Cinzas.

Nós,

Vampiros,

Escrevendo

A Nossa Trajetória

Com As Lembranças

Do Eterno Sangue

Que Pela Criação

Corre,

Que

Portamos,

Que

É

A Grande Porta.









Reações:

2 Lamentos Finais De Cadáveres:

Aмbзr Girℓ ⅞ disse...

demais, sem palavras

meu trecho favorito:

"A Serpente,

A Leoa

E A Loba.

Três Nomes

Para Nenhum Nome"


Blog Suicide Virgin

Inominável Ser disse...

Sibiles

Rujas

Uives

Sempre por aqui

Glorioso seja vosso sangue, Noturna Filha Da Terra!