quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

O Livro Inominável Dos Vampiros - Canto XXI


Vampiros

E

Vampiras:

Atores

E

Atrizes

De Filmes

E Seriados

De Terror,

Mortais?

Vampiras

E

Vampiros:

Personagens

De

Ficção

Que Podem Ser

Mortos”

Por Estacas,

Luz Do Sol

Ou

Decapitações,

Mortais?

Vampiros

E

Vampiras:

Lendas

Medievais,

Lendas

Urbanas,

Subcultura”

Contemporânea,

Rótulos

E

Mais Rótulos

Dentro

De Múltiplos

Ridículos Rótulos,

Mortais?

Vampiras

E

Vampiros:

Histórias,

Simples

E Simplórias

Historinhas,

Para Assustar

As Vossas

Criancinhas,

Mortais?

Vampiros

E

Vampiras:

Gêneros

De Seres

Que Moldados

Apenas Foram

Pelos Cérebros

Mais Fecundos

Dos Empoeirados

Cérebros Pensantes,

Verdadeiramente

Pensantes,

Muito

Poucos,

Dentre Vós,

Mortais?

Nós,

Vampiros,

Somos Assim

Vistos,

Apenas,

Por Vós,

Mortais?

Nós,

Vampiros,

Somos Vistos

Como Românticos

E Sedutores,

Animais No Cio

Completos,

Vítimas Da

Sexualidade

Estragante

Da

Espiritualidade

Dinamizante,

Mortais?

Nós,

Vampiros,

Somos Apenas

Monstros

Assassinos,

Criaturas

Do “Mal”,

Bestas

Irracionais,

Feras

Totais,

Quando Avistamos

O Vosso

Sangue,

Mortais?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

O Girar Noturno

Das Reais Esferas

Da Vida Eterna?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

O Real Odor

Da Noturna Carne

Que Se Esconde

Sob O Véu

De Mantos Agrestes

E Silvestres

Da Grande Noite?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

O Real Clamor

Da Cinza Vertendo

Outras Cinzas

No Odre Do Vinho

Da Eternidade?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

O Real Labor

Das Lutas

Dos Fins Dos Mundos

Quando As

Alvoradas Cósmicas

Anunciam A Eclosão

De Um Novo Ciclo

Evolutivo

Abordando O Findar

De Uma Geração

De Esquemas Planetários

Em Erosão?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

A Latente Forma

Das Reais Tropas

Das Transformações

Que Eternas Velam

Pelo Destruir

De Toda Reforma

Que Jaz No

Limiar Das

Antigas Eras

Nas

Antigas Vidas

E Nas

Antigas Mortes?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

O Real Trono

Do Império

Espiritual

Que Sacode

O Astral

Diante Das Presenças

Dos Passos Nossos,

Passos Nascentes

Nas Trevas,

Passos Adormecidos

Nas Trevas,

Passos Despertos

Nas Trevas,

Reais Passos

Dos

Reais Vampiros

Reais?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

O Real Sabor

Do Sangue Cósmico

Que Corre Nas Veias

Da Criação,

Veias Entre

Os Mundos,

Veias Entre

Os Submundos,

Veias Entre

Os Múltiplos Mundos

Nos Quais

O Real Caminho

É Saber Consumir

A Essência Das Coisas

Que Valem

Como Reais?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

O Tempo Sangrar

Diante Da Ruptura

Do Terno Dançar

Das Passagens

Das Eras

Diante Do Punhal

Que Desce

E Sobe

Presente Nas Mãos

Do Guardião Temporal

De Semblante

Sempre Novo,

Sempre Idoso

E Sempre Ainda

Nascedouro

De Todos Os

Semblantes Moldados

E

Automanifestados?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

O Termo Das Dores

Que Valorizam

O Pó

Que Vos Sois,

As Dores

Nascidas Das Necessidades

Tão Mortalmente

Ineficazes

Contra O Peso

Da Deusa Mortalidade

Em Cada Um

Dos Vossos

Ossos Que São

Mero Pó?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentimos

O Lampejo De Inspiração

Diante Do Raio

Caindo

Por Sobre Os Montes

E Vales

E Montanhas

E Mares

E Rios

E Lagos

E Oceanos

Nos Quais

Voam E Nadam

Os Grandes Espíritos

Cientes Das

Verdades Da

Verdadeira Imortalidade

E Do Verdadeiro

Consciente Ser

Que A Todos Nós

Sustenta

Apenas Real Sendo?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

O Quedar

Das Antigas Amarras

Que Aprisionavam

Titãs E Titanides

Diante Das Presenças

De Delfins Augustos

Que Vigiam As Horas

Diurnas

E

Noturnas

Que Gravam

Nas Frontes Em Repouso

Os Livros Das

Cósmicas Cármicas Leis

Das

Frontes Em Movimento

Nas Frontes Que Ainda

Serão Parte

De Reais Seres

No Véu Imaterial?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

A Pulsação

Do Coração

De Todos Os Seres

Animados

E

Inanimados,

A Grande Pulsação,

Esta Pulsação

Que Apenas Uma

É,

Que Nos Une

Diante Do Pórtico

Das Luzes

E Das Trevas,

Que Nos Torna,

Sim,

Nos Torna

Irmãos

E

Irmãs

Vagando Pelas

Atmosferas Da Criação

Em Francas Evoluções

E Revoluções

Até O Nosso

Útero Em Comum

Original?

Nós,

Vampiros,

Lhes Perguntamos,

Mortais:

Vós

Já Sentistes

A Vossa Tolice

Em Tentar

Nos Rotular,

Nos Classificar

E Nos Modelar

Conforme As Vossas

Ridículas Visões

Acerca

De Todos Aqueles

Que São

Muitíssimo Mais

Antigos Do Que

Vós,

Filhos Da Lama

E Do Pó?

Nós,

Vampiros,

Sentimos Tudo,

Mortais

Que São

Lama

E Pó.

Nós,

Vampiros,

Sentimos O Todo,

Mortais

Que São

Lama

E Pó.

Nós,

Vampiros,

Sentimos

O Que Vós,

Mortais,

Enquanto Estiverem

Sendo Regidos

Pelas Leis Da Lama

E Do Pó,

Jamais Podereis

Sentir.

Nós,

Vampiros,

Mortais

Lamacentos

Empoeirados,

Somos O Sentir

Da Criação.








Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: