segunda-feira, 19 de julho de 2010

.........


Há um sinuoso momento

no humano mundo,

quando a catástrofe

do abandono

e do silêncio

tomam conta

das injustas ruas,

no qual a consciência

que ainda temos

pode navegar pelo rio

da verdadeira forma

de nossos pensamentos.

Ontem mesmo

eu via o mundo

como um plano imenso

a ser conquistado,

um oceano de possíveis

altos planos

a serem objetivamente

ajustados

ao correr dos dias

não-selados.

Hoje mesmo,

ao lado de tantos

sonhadores como eu,

vejo o mundo

como uma privada

cheia de vermes

comendo as fezes

deixadas por cus

todos orgulhosos...

Era assim que eu

sonhava,

com o meu cu

todo orgulhoso...

Era assim que você,

Verme Homem,

sonhava,

com o cu

todo orgulhoso

pelas fezes que são

esta civilização

de nada

e de vala...

Civilização

de seis bilhões

de cus

na privada chamada

Terra...

E a descarga,

na privada,

nunca é dada.


Inominável Ser

COM O CU

NA MESMA PRIVADA








Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: