sábado, 25 de setembro de 2010

Amores Noturnos Inomináveis - Os Amores Convocam - As Antigas Fogueiras Ainda Estão Acendendo-Se Em Nossas Almas Inomináveis


Chamas bem diante de nossos leitos

Verdadeiramente vivos...


Chamas de um tempo pagão maior de sonhos que se

Realizavam ao bater dos ventos

Em nossas livres almas...


Chamas selvagens em selva antiga mais amiga nossa

Nas Horas Noturnas Dos Elementos...


Chamas Da Riqueza Antiga...


Chamas Do Tempo Antigo...


Chamas Do Verdadeiro Homem,

Que hoje é Verme Homem...


Ó,

Inominável que sente nos

Verdadeiros Campos Existenciais,

O frescor dos Elementos Da Criação

Em tons de Músicas Febris Maiores

Que novamente ressoam nesta alma minha

Pagã!


Ó,

Inominável que se deixa sagrar

Como Senhora Elemental De Todo Ar,

Gigante De Feminil Essência,

Gigante De Feminil Ser,

Titanide De Feminil Querer,

Titanide De Feminil Vontade,

Deusa De Feminil Voracidade,

Deusa De Feminil Velocidade!


Ó,

Inominável Gigante,

Inominável Titanide,

Inominável Deusa,

As Fogueiras Acendendo-Se Ainda,

As Antigas Tribos Ainda Gritando

Pela Mãe Inominável Conhecida Também

Como A Deusa,

Os Antigos Homens Sentindo A Respiração

Do Grande Dragão Inominável

Como O Dragão Subterrâneo Inabalável,

As Antigas Mulheres Sendo

Filhas Da Deusa,

A Deusa Ainda Sendo

A Beleza De Toda A Natureza!


Inominável que sente A Beleza,

Inominável que participa da Beleza,

Inominável Mulher que é parte da Beleza,

Como pagão,

Como o Pagão Inominável que eu

Ainda sou neste Campo De Vermes

No qual estou,

Reflito Sob A Relva,

Meço A Pedra,

Beijo A Espada,

Recito O Livro,

Queimo A Fronte,

Construo A Ponte,

Cedo Aos Chamados,

Sou A Fortaleza Inominável!


Inominável Mulher Bela

Que se entrega ao Verdadeiro Prazer

Das Elementais Verdades Inomináveis,

Inominável Mulher Dos Elementos

Que se entrga aos Elementos Cósmicos

Das Verdades Inomináveis Da Criação,

Como tu me abençoas por eu

Não ser-lhe um devoto,

Como tu me abençoas por estar Contigo,

Novamente,

Minha Irmã,

Minha Amante,

Sentindo O Frescor Dela,

Saboreando A Pele Dela,

Bebendo O Néctar Dela,

Sentados Sobre O Trono

Das Altas E Das Baixas Esferas!


Inominável Mulher Alta,

Irmã Pagã Inominável,

Amante Pagã Inominável,

Seguremos O Dragão,

Sejamos Dragões,

Grandes Dragões Inomináveis

Do Grande Dragão Inominável,

Dragões Da Deusa Que É

A Mãe Inominável Desconhecida

Inexplicável,

A Mãe Que Também Somos

Nas Horas Noturnas Inomináveis

Colhendo Os Trigos Noturnos Com A Deusa Ceres,

Colhendo Os Infernos Noturnos Com A Deusa Perséfone,

Colhendo Os Caminhos Noturnos Com A Deusa Hecate,

Colhendo A Sabedoria Noturna Com A Deusa Atena,

Colhendo As Flechas Noturnas Com A Deusa Diana,

Colhendo As Chamas Noturnas Com A Deusa Héstia!


É O Fogo Inominável Da Deusa Héstia

O Das Fogueiras Em Nossas

Almas Eterna Inomináveis!


Deusa Héstia,

A Dos Nossos Fogos Inomináveis

N'Alma!


Deusa Héstia,

A Dos Nossos Brados Primitivos

Dos Tempos Antigos

Do Verdadeiro Homem

Incinerando-nos N'Alma!


É A Deusa Héstia,

A Deusa Héstia,

Face Da Mãe Inominável Em Chamas

Como Nós Somos Faces Inomináveis

Da Mãe Em Chamas!


É O Nosso Fogo Inominável,

Inominável Mulher Que Comigo Dança

Ao Lado Dos Deuses Antigos Fátuos

E Dos Deuses Novos Fátuos

Do Grande Dia Do Amanhã!


Beltane Nos Chama,

Beltane Ainda Nos Chama,

Beltane Em Chamas Nos Incendeia,

Beltane Incendiária Incendiando-Nos N'Almas,

Beltane,

Inominável Mulher Com Face De

Todas As Deusas Inomináveis,

Beltane É A Verdadeira Fogueira,

Beltane É A Nossa Antiga Fogueira,

Beltane É Todas As Nossas Antigas Fogueiras,

Beltane É A Nossa Inominável Fogueira!


Somos Seres Antigos,

Somos Seres Novos,

Somos Antigos Seres,

Somos Novos Seres,

Abandonamos O Templo,

Retornamos Ao Templo,

Destruimos O Templo,

Reconstruimos O Templo,

Construimos O Templo,

Somos O Templo,

Vemos O Templo,

Viajamos No Templo,

Sentimos No Templo,

Ficamos No Templo!


O Templo Inominável Das Fogueiras Inomináveis

D'Almas Inomináveis Nossas,

Templo Inominável No Qual Tu És

A Verdadeira Inominável Mulher

E No Qual Eu Sou

O Verdadeiro Inominável Homem,

Templo Inominável No Qual Somos

Unos Em Vestes Inomináveis,

Templo Inominável No Qual Geramos

Nossas Filhas E Nossos Filhos

Das Chamas Inomináveis!


Gamerealo Famane Der Daepae Hestia


Bomeartraunar Daremaen Feranser Deraema Beltane


Saghyn Hestia Lamun


Daeynun Beltane Ssagur


Bamoerna Fe Hestia


Homarapar Parnanr Beltane


Shyen Hestia


Shyen Beltane


Saouden Hestia


Saouden Beltane


Dasar Hestia


Dasar Beltane


Raema Hestia


Raema Beltane


Malukar Hestia


Malukar Beltane


Ypharyr Hestia


Ypharyr Beltane


Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Hestia


Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Lyspherar

Beltane


Inominável Ser

INCINERANDO-SE NAS ANTIGAS FOGUEIRAS






Reações:

2 Lamentos Finais De Cadáveres:

Aмbзr Ѽ disse...

lindo poema, majestosa mistura de belza, entrega, adoração...

http://erza-rima.blogspot.com/

Inominável Ser disse...

É um dos mais poderosos desta série de poemas, Amber, quando o escrevi senti-me inundado por miríades de chamas e lembranças, antigas fogueiras de antigas lembranças...