terça-feira, 2 de novembro de 2010

Amores Noturnos Inomináveis - Os Amores Convocam - O Sorriso Das Não-Tediosas Divas Sombrias


Há Sombras

Nos Negros Rios Cortantes

Das Florestas Imperturbáveis

Das Dimensões Miseráveis.


Há Sombras

Nos Negros Espaços Cantantes

Das Fúrias Procurando Cabeças Malditas

Para Serem Decapitadas.


Há Sombras

Nos Brancos Berços Desgraçados

Dos Desesperados Raios

Cadentes Dos Infernos.


Há Sombras

Nos Brancos Balanços

Do Jardim Miserável

Dos Porcos Sacrificados.


Há Sombras

No Cinzento Vale

Que Escava Cada Abismo

Que Nada Vale.


Há Sombras

No Cinzento Tropel

A Cavalgar Pelos

Reinos Da Deusa Morte.


Há Sombras

No Rubro Soldado Ferido

Entre As Ruínas

Das Cidades Em Sangue.


Há Sombras

No Rubro Lago

Dos Afogados Diante

Da Cruz Dos Escarros.


Há Sombras

No Rubro Torpor

Das Esferas Decadentes

Que Pelos Umbrais Das Trevas Vagam.


Há A Sombra,

A Sombra Dos Tempos,

A Sombra Das Eras,

A Sombra Do Não-Tempo Da Não-Era.


Há A Outra Sombra,

A Sombra Dos Quartos Imundos,

A Sombra Dos Quartos Limpos,

A Sombra Dos Não-Quartos.


Há Aquela Sombra,

A Sombra Ferida,

A Sombra Perigosa,

A Sombra Que Ampara.


Há Sombra,

Há Sombras,

Há Sombrios,

Há Uma Sombria.


Há Uma Sombria Inominável,

Diva Irmã Amante Minha,

Que Sorri Diante Da

Sepultura Do Escaravelho.


Há Uma Sombria Inominável,

A Diva Inominável

Das Minhas Sombras,

Sorrindo Para O Velho.


Há A Diva Inominável

Sorrindo Para As Lembranças

Dos Dias Idos

De Pagãs Honras.


Há A Diva Inominável

Sorrindo Pelas Sombras

Que Envolvem Os Pesados

Que Acumulam Passos.


Há A Diva,

Uma Diva Inominável,

Não-Tediosa Como Todas

As Divas Tediosas Humanas.


Há A Diva,

Uma Diva Inominável,

De Sorriso Mais Verdadeiro Do Que

Todos Os Sorrisos Das Divas Humanas.


Há A Não-Tediosa,

Uma Das Divas Sombrias,

Sem Máscaras De Falsidades,

Apenas Sorrisos De Verdades.


Há A Não-Tediosa,

Uma Das Divas Sombrias,

Todas De Um Sorriso Que Jamais Verei

Em Uma Humana Sem Vida.


Inominável Ser

VENDO OS SORRISOS DE VERDADES

DE TODAS AS NÃO-TEDIOSAS

DIVAS SOMBRIAS







Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: