terça-feira, 30 de agosto de 2011

Amores Noturnos Inomináveis - Os Amores Convocam - Essas Densas Trevas Em Teus Olhos Que Me Contemplam


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

arrastam-me para

o primeiro túmulo

dos meus ancestrais.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

arrastam-me para

meu futuro túmulo

nesta existência mortal.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

arrasam-me diante

da egípcia memória

de meu egípcio morrer.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

arrasam-me diante

da atual memória

de meu futuro morrer.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

avisam-me de meu

heleno esmorecer

aos pés de Sócrates.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

avisam-me de meu

futuro esmorecer

aos pés da Serpentina Mulher.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

arriscam-se a me mostrar

meu britânico findar

ao por Camelot cavalgar.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

arriscam-se a me mostrar

meu futuro findas

pelos cemitérios a caminhar.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

afiadamente exibem

meu franco cair

ao por Napoleão lutar.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

afiadamente exibem

meu futuro cair

pelo Inominável a afirmar.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

abusadamente vasculham

os fins de todas

as minhas anteriores vestes.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

abusadamente expõe

o meu fim

nesta atual veste.


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam...


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam...


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam...


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam...


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam...


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam...


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam...


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam...


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam...


Essas densas trevas

em teus olhos

que me contemplam

altissimamente me fazem

muito te amar nas mais densas

fatais formas de amar...


Inominável Ser

REFLETIDO

NAS DENSAS TREVAS

DO OLHAR DELA


Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: