terça-feira, 1 de outubro de 2013

Amores Noturnos Inomináveis - Os Amores Convocam - Segures Minhas Mãos, Inominável Sofredora Irmã




Segures minhas mãos,
estamos balançando
sentados frente a frente
no Barco Temporal,
vendo A Passagem,
venerando A Paisagem
e tocando A Roupagem.

Segures minhas mãos,
estamos garantindo
a nossa segurança
diante da chegada
do Julgamento Final,
quando a Espada De Lúcifer
e a Espada De Mikael
forem novamente Uma
ao final.

Segures minhas mãos,
estamos sabotando
os imaginários mundos
dos crentes em todas
as enganações 
deste mundo,
crentes Filhos Maiores 
Da Deusa Enganação,
A Mãe De Todas As
Humanas Crenças
Aprisionantes.

Segures minhas mãos,
estamos saltando
como Lobos Da Escurdão
por sobre todos os
Rios Da Solidão,
cativando Nossa Mãe
Escuridão,
acariciando Nossa Segunda Mãe
Solidão
e experimentando a docilidade
do Noturno Frescor
Da União.

Segures minhas mãos,
estamos cativando
O Urso Adormecido
Dentro Da Grande Caverna
Do Cósmico Panteão,
encontrando em cada
pêlo Dele
um Livro Do Sim
e um Livro Do Não.

Segures minhas mãos,
estamos cantando
A Canção Da Corda
Quebrada,
plantando sementes
de Árvores Mágicas
no Reino Das Noturnas
Fadas
e usando cordas quebradas,
dadas pela Inominável
Senhora Cantora E Violeira
Da Corda Quebrada,
para enforcarmos
as lembranças
de nossos momentos
trágicos
repletos de
lambanças.

Segures minhas mãos,
estamos namorando
A Cósmica Imagem
Da Unidade,
Imagem Refletida
Nas Trevas,
Imagem Refletida
Na Escuridão,
Imagem Refletida
No Abismo,
Imagem Refletida
Na Grande Noite,
Nossa Terceira Mãe
e Senhora Dos Nossos
Inomináveis Corações.

Segures minhas mãos,
estamos ouvindo
O Inominável Desconhecido,
ah,
O Inominável,
Nossa Mãe Maior,
Nosso Pai Maior,
A Chave,
A Porta
E O Recinto
no qual nossas dores
e sofrimentos passados
desaparecem,
desvanecem
e desviam-se
para O Limbo
Astral...

Segures minhas mãos,
estamos em nossa
querida Morada,
Inominável Morada,
Inominável Pousada
e Inominável Fauna.

Inominável Ser
SEGURANDO
NAS MÃOS DELA
E NAS DE TODAS
AS INOMINÁVEIS 
SOFREDORAS
Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: