sexta-feira, 18 de setembro de 2015

A Fatal Melodia



O Cântico De Persephone,
O Lamento Das Górgonas,
O Grito Das Erínias,
O Uivo De Hecate,
O Rugido De BABALON,
O Sibilar De Lilith,
O Tambor De Morrigan,
O Noturno Som
Compartilhado
Pelas Noturnas Musas
Da Fatalidade Agitadora
Do Cósmico
E Do Anti-Cósmico.

É Uma Melodia
Ecoando Firme
Desde Tempos Antigos
E Criações Anteriores.

É Uma Melodia
Saída Do Caos,
Atravessando O Moldado,
Arrastando-Se Pelo Infinito.

É Uma Melodia
Ouvida Em Todas
As Lemúrias
De Todos Os Mundos.

É Uma Melodia
Tocada Por Todas
As Atlânticas
De Todos Os Mundos.

É Uma Melodia
Alimentando Todas
As Távolas Redondas
De Todos Os Mundos.

É A Melodia
Do Arquimago Encarcerado
No Âmago
Do Maior Mundo Mágico.

É A Melodia
Produzida Por Si Mesma
Como Automanifestada
Implacabilidade Existencial.

É A Melodia
Do Alfa E Ômega,
Do Aleph E Ain Soph Sur,
Do Primeiro E Do Último.

É A Melodia
Do Inacessível,
A Melodia
Do Único.

O Cântico De Exu,
O Lamento Dos Titãs,
O Grito Dos Nephilins,
O Uivo De Fenrir,
O Rugido De Ares,
O Sibilar De Pan,
O Tambor De Seth,
O Noturno Som
Compartilhado
Pelos Noturnos Senhores
Da Fatalidade Agitadora
Do Cósmico
E Do Anti-Cósmico.

Inominável Ser
OUVINDO
ESTA
FATAL MELODIA
INTERMINÁVEL
Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: