sábado, 17 de outubro de 2015

No Poder Da Tua Magia, Minha Amiga Guardiã Maria Padilha Da Calunga!




Ela dança com graça,
Ela dança com alegria,
Ela dança gargalhando,
Ela dança trabalhando!


Ela tem a ginga feiticeira,
Ela tem a ginga guerreira,
Ela tem a ginga faceira,
Ela tem a ginga sábia!


Vem como vento,
Vem como tempestade,
Essa é a minha Guardiã
Maria Padilha da Calunga!


Vem como lutadora,
Vem como trabalhadora,
Essa é a minha Guardiã
Maria Padilha da Calunga!


Vem de vermelho,
Vem com cigarro,
Essa é a minha Guardiã
Maria Padilha da Calunga!


Vem com flores,
Vem com sapateado,
Essa é a minha Guardiã
Maria Padilha da Calunga!


Vem com vinho,
Vem com espada,
Essa é a minha Guardiã
Maria Padilha da Calunga!


Vem com firmeza,
Vem com missão a ser cumprida,
Essa é a minha Guardiã
Maria Padilha da Calunga!


Vem com gargalhadas,
Vem com vontade de ajudar,
Essa é a minha Guardiã
Maria Padilha da Calunga!


Vem,
Maria Padilha da Calunga!


Vem,
Maria Padilha da Calunga!


Vem,
Maria Padilha da Calunga!


Sapateando ela auxilia os perdidos,
Sapateando ela afasta os malignos,
Sapateando ela traz A Luz às Trevas,
Sapateando ela é Luz nas Trevas!


Do cemitério às encruzilhadas,
Dos terreiros às estradas,
Ao lado do meu Guardião Tranca-Rua
Ela trabalha!


Seu Mistério é sua gargalhada,
Seu Mistério é seu ensinamento,
Seu Mistério é sua gira,
Seu Mistério é seu sapatear!


E com todas as Marias Padilhas
Ela tece um longo vestido
Na Gira Noturna
A favor da Luz Divina!


LAROYE POMBOGIRA!!!


LAROYE POMBOGIRA!!!


LAROYE POMBOGIRA!!!


LAROYE POMBOGIRA!!!


LAROYE POMBOGIRA!!!


LAROYE POMBOGIRA!!!


LAROYE POMBOGIRA!!!


LAROYE POMBOGIRA!!!


LAROYE POMBOGIRA!!!


Inominável Ser
SAPATEANDO
AO LADO
DE SUA GUARDIÃ
MARIA PADILHA
DA CALUNGA
Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: