domingo, 22 de novembro de 2015

Os Trinta E Um Primeiros Dias Desta Humanidade



Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia primeiro
No qual nos tornamos
Racionais.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia segundo
No qual almejamos
A Imortalidade.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia terceiro
No qual erguemos
Nossas mãos aos céus.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia quarto
No qual erigimos
Deuses de mármore.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia quinto
No qual moldamos
Bezerros de ouro.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia sexto
No qual cunhamos
Moedas de ouro.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia sétimo
No qual valorizamos
As notas de dinheiro.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia oitavo
No qual nos ajoelhamos
Perante altares.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia nono
No qual nos curvamos
Ante outros Humanos.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo
No qual nos reunimos
Em cidades.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo primeiro
No qual fundamos
Os países.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo segundo
No qual escravizamos
Outros Humanos.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo terceiro
No qual nos tornamos
Assassinos e ladrões.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo quarto
No qual nos tornamos
Estupradores e sequestradores.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo quinto
No qual nos tornamos
Traficantes e Saqueadores.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo sexto
No qual nos tornamos
Pedófilos e Psicopatas.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo sétimo
No qual nos tornamos
Homens e Mulheres.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo oitavo
No qual nos tornamos
Gays e Lésbicas.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia décimo nono
No qual nos tornamos
Reis e Presidentes.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo
No qual nos tornamos
Imperadores e Ministros.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo primeiro
No qual nos tornamos
Ateus e Religiosos.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo segundo
No qual nos tornamos
Ricos e pobres.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo terceiro
No qual travamos
Nossas primeiras guerras.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo quarto
No qual desenvolvemos
Nossas primeiras tecnologias.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo quinto
No qual inventamos
O Bem e O Mal.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo sexto
No qual acreditamos
No Desconhecido Amor.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo sétimo
No qual celebramos
Os primeiros casamentos.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo oitavo
No qual nascemos
Dos úteros das primeiras mães.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia vigésimo nono
No qual morremos
Pela primeira vez.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia trigésimo
No qual ancoramos
No Oceano Da Existencial Maldição.

Amaldiçoemos,
Humanos,
O dia trigésimo primeiro
No qual abraçamos
A Eterna Deusa Maldição.

Inominável Ser
TRINTA E UMA
VEZES
MALDITO
Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: