segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Na Magia Da Seriedade De Sete Catacumbas!



Não tem rebeldia,
Não tem vacilo,
Não tem recuo,
Não tem fraqueza,
Sete Catacumbas
Corta língua,
Corta braço,
Corta perna,
Corta cabeça
De Egun safado
Bandidinho da sarjeta!

Sete Catacumbas
Não é Exu
De brincadeira!

Sete Catacumbas
Não é Exu
De mentirinha!

Sete Catacumbas
Não é Exu
De invencionices!

Ajoelha,
Egun,
Egun
Desencarnado,
Egun
Encarnado,
Sete Catacumbas
Te arrasta
Para a cova
Com um punhado
De corrente,
Com um punhado
De gritos,
Com um punhado
De Caveiras
Que te farão
Companhia!

Sete Catacumbas
Não é de
Sorrir!

Sete Catacumbas
Não é de
Gargalhar!

Sete Catacumbas
Não é de
Dançar!

É
Exu De Lei,
É
Caveira na Lei,
Arrastando
Toda porcaria
Astral,
Atacando
Todo bandido
Astral
E pegando de jeito
Quem na Matéria
Se acha
Esperto,
Malandro
E bonzão!

Sete Catacumbas
É Rei
Da Magia!

Sete Catacumbas
É Mago
De Mistérios!

Sete Catacumbas
Abre as Portas
De todo cemitério!

Salve,
Sete Catacumbas!

Salve,
Sete Catacumbas!

Salve,
Sete Catacumbas!

LAROYE ESÚ!!!

LAROYE ESÚ!!!

LAROYE ESÚ!!!!

LAROYE ESÚ!!!

LAROYE ESÚ!!!

LAROYE ESÚ!!!

LAROYE ESÚ!!!

LAROYE ESÚ!!!

LAROYE ESÚ!!!

Inominável Ser
SEGUINDO
OS PASSOS
DE
SETE CATACUMBAS
Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: