quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Bocas E Caralhos E Trevas




Bocas
E
Caralhos
E
Trevas


Bocas
Como infindáveis
Buracos suculentos
Sugadores.
Caralhos
Como abordáveis
Instrumentos
Derradeiros.
As Trevas como
Silenciosas testemunhas
Deste enredo.


Bocas
E
Caralhos
E
Trevas…


Bocas
Semelhantes a harpias
Em busca da satisfação
Com esperma
E um pouco de sangue.
Caralhos
Semelhantes a doces
Endurecidos
E possantes nas forças
De suas ações.
As Trevas
Semelhantes a templos
Que louvam as delícias
Mais proibidas das madrugadas
Como gratas odes
Aos Íncubos
E às Súcubos.


Bocas
E
Caralhos
E
Trevas…


Bocas
Gigantes famintas
Pela insaciável presença
Em shows proporcionados
Pelas suas inatas
Habilidades.
Caralhos
Gigantes dotados
De uma sentença
Das mais firmes
Dada por cada veia
E músculo inflados
De sangue.
As Trevas
Oferecendo aos mais
Tenebrosos amantes
Nos Véus de Lilith
E Priapo
A mesa de refeições
Repleta de pratos
Irresistíveis.


Bocas
E
Caralhos
E
Trevas…


Bocas
Que se fecham
Em caralhos.
Caralhos
Fechados por
Bocas.
As Trevas
Envolvendo
Bocas
E
Caralhos.


Bocas
E
Caralhos
E
Trevas…


Bocas
Amadas por
Caralhos.
Caralhos
Amados por
Bocas.
As Trevas
Amando
Bocas
E
Caralhos.


Bocas
E
Caralhos
E
Trevas…


Bocas
E
Caralhos
Bocas
E
Caralhos
Bocas
E
Caralhos
Bocas
E
Caralhos
Bocas
E bocas
E bocas
Caralhos
E caralhos
E caralhos…


Bocas
E
Caralhos
E
Trevas…


As Trevas
E suas Legiões
No Tantrismo
Mais raro
E depravado.


Bocas
E
Caralhos
E
Trevas…


Inominável Ser
COM UM
CARALHO
DESEJANDO MUITO
UMA BOCA




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: