sexta-feira, 29 de abril de 2016

Quero Assim Morrer



Na maravilhosa manhã
Do mais alto de minha
Mortal viagem
Neste vale de desgraças,
Quero assim morrer.

Distante dos gritos
Da turba doente humana
E próxima da Beleza Da Foice
De transcendente sabedoria,
Quero assim morrer.

Recheada de sons fúnebres n'alma
E ativamente afogada em
Mares Imortais Elevados
Da Deusa Morte,
Quero assim morrer.

Morte,
Deusa,
Deusa Morte,
Minha ansiada morte!

Deusa Morte,
Morte,
Morte,
Minha queridíssima morte!

Morte,
Morte,
Ó,
Mais Sagrada Das Deusas!

Me fira logo com A Foice...

ME FIRA AGORA!!!

Inominável Ser
COM O MESMO
DESEJO
DE MORRER




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: