terça-feira, 3 de maio de 2016

DANCES NESTA COVA PARA ABENÇOÁ-LA, MEU PAI OBALUAIE, MEU PAI OMULU, ATOTO ATOTO ATOTO!!!




A Palha Sagrada
Imita O Som
Da Terra Molhada
Pela Chuva De Prata.

Obaluaie Dança
Provocando A Queda
Incessante
Da Chuva Dourada.

Molhado Eu Fico
Ao Lado 
Da Dançarina Cósmica
Asagana.

Omulu Dança,
Abrindo Cada Portão
Do Grande Cemitério
Cósmico.

À Minha Frente,
Tranca Rua Das Almas
Entoa Mágica
Sagrada Ritualística.

Obaluaie Dança,
Sacudindo A Terra
E Acordando
Os Gigantes Antigos.

Os Caveiras Balançam
Seus Ossos,
As Pombagiras Dos Cemitérios
Rebolam Sorrindo.

Omulu Dança,
Jogando Sua Pipoca
Que Cai Ao Solo
Fazendo Brotar Carvalhos.

Grande É A Consagração
Desta Cova
Que Vejo
Em Transe Poetizando.

Obaluaie Dança
E Joga Ao Solo Suas Chagas
E Delas Brotam
Espadas Aladas.

Ele Faz Um Sinal
E Todos Nós
Atrás Dele
Empunhamos Uma Delas.

Omulu Dança,
Emitindo Mais Alto
O Cósmico Gemido
De Sua Alma.

Todos Nós
Empunhando As Espadas
As Dirigimos
Para Esta Cova.

Obaluaie Dança
Omulu Dança
ATOTO
ATOTO
ATOTO
ATOTO
ATOTO
ATOTO
ATOTO
ATOTO
ATOTO!

RECEBAM!!!

DANCEM!!!

ESTA COVA DANÇA!!!

ESTA COVA RECEBE!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

ATOTO!!!

Inominável Ser
RECEBENDO
DANÇANDO




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: