sábado, 14 de maio de 2016

Elegia Aos Anjos De Sangue



Aos Anjos De Sangue,
O Poder Obscuro,
A Vala Das Almas,
A Ponte Das Desgraças!

Aos Anjos De Sangue,
A Força Tenebrosa,
O Odor Pútrido,
A Coroa Espinhosa!

Aos Anjos De Sangue,
O Grito De Erebus,
O Sussuro De Dhur,
O Gemido De Agahor!

Aos Anjos De Sangue,
A Face De Nahemah,
A Faca De Astarte,
A Façanha De Lilith!

Aos Anjos De Sangue,
As Alturas Do Fogo Eterno,
As Venturas De Daath,
As Alegrias Do Sol Negro!

Aos Anjos De Sangue,
A Voz Da Lua Negra,
A Rua Da Lama Eterna,
A Lagoa Da Água Venenosa!

Aos Anjos De Sangue,
Todas As Vítimas,
Todos Os Vivos.
Todos Os Mortos!

Aos Anjos De Sangue,
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE,
O MEU,
O TEU,
O DE TODOS
PELA CRIAÇÃO!!!

SANGUE
E
DESTRUIÇÃO!!!

SANGUE 
E
PERDIÇÃO!!!

SANGUE
E
ABOMINAÇÃO!!!

SANGUE
E
GUERRA!!!

SANGUE
E
DESGRAÇA!!!

SANGUE
E
MALDIÇÃO!!!

SANGUE
E
MISÉRIA!!!

SANGUE
E
DOR!!!

SANGUE
E
ÓDIO!!!

SANGUE 
E
TREVAS!!!

SANGUE 
E
TERROR!!!

SANGUE 
E
HORROR!!!

SANGUE
PARA
OS ANJOS!!!

SANGUE
PARA
OS ANJOS!!!

SANGUE 
PARA
OS ANJOS!!!

SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE 
SANGUE
SANGUE 
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE
SANGUE 
SANGUE 
SANGUE 
SANGUE
SANGUE
SANGUE
PARA OS ANJOS
GUARDIÃES 
DESTA
E DE
TODAS
AS COVAS!!!

Inominável Ser
SEM
SANGUE




Reações:

1 Lamentos Finais De Cadáveres:

Arthur Claro disse...

Muito boa essa poesia, muito criativa. Parabéns.

Arthur Claro
http://www.arthur-claro.blogspot.com