sábado, 9 de julho de 2016

.........


Art by Mark Riddick



A fruta pisoteada
pela prostituta
mais sagrada
apodreceu em meu
estômago,
se esvaindo entre
meus poros
e indo de encontro
ao colo do Diabo.
O Diabo,
acolhedor das podridões 
sem ter a culpa
pelos poderes
dos podres
dos seres humanos,
vai juntando
nossos pedacinhos
para um lanchinho 
com todos os
Demônios.
Demônios que arrastam
nossos cadáveres 
nos cemitérios 
do Grande Oceano
Dos Infernos,
Aquele Oceano
Onde Estão Indo
Os Bestiais 
Em Forma
De Humanos.
E o Diabo,
sorrindo,
fumando cigarro 
e tomando forma
através da minha
imaginação de bosta,
vai fazendo uma mandinga 
estalando os dedos 
e batendo os pés...
Os pés do Diabo
Batem...
Vocês ouvem
daí de vossas
moradas?
Os pés do Diabo
Batem...
Vocês querem ouvir
sentados como agora
em vossas confortáveis 
moradas?
Os pés do Diabo
Batem...
Vocês,
vocês mesmos aí
do outro lado
deste podre espelho 
a refletir egos
e erros,
são ouvintes
das Batidas
dos pés 
do Diabo?
Quem ouve,
bata palmas,
bata palmas!
Quem não ouve,
guarde as palmas,
guarde as palmas...
Usem todas
quando o Diabo
visitar vossas
bem cuidadas
moradas
para bater os pés 
nas cabeceiras
de vossas camas...
O círculo
se desenha útil 
para a descida
aos Infernos.
Vocês se tornam 
também úteis 
cedendo
as vossas moradas
para serem
Portais 
dos Infernos.
Acordem,
vocês 
e vossas moradas
precisam
dos Infernos.

Inominável Ser
MUITO 
BEM
ACORDADO






Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: