sexta-feira, 1 de julho de 2016

Coveira E Atiradora II



Hell's Cupcake - Satyr 


Contra a moralidade corrente
Que a tudo torna doente,
Ela atira.

Contra a correção política
Matando toda arte,
Ela atira.

Contra os apropriadores
De tesouros desta Humanidade,
Ela atira.

Contra os usurpadores
Dos tronos das verdades,
Ela atira.

Contra o ladrão de muitos
De terno e gravata e Rolex,
Ela atira.

Contra o assassino de muitos
Do alto de sua suíte de luxo,
Ela atira.

Contra Aqueles que querem
O Estupro da Vida,
Ela atira.

Contra Aqueles que batem palmas
Para A Desgraça Contemporânea,
Ela atira.

Contra Aqueles que guerreiam
A favor da Humana Decadência,
Ela atira.

Contra você,
Que caga e anda para a Humanidade,
Ela atira.

Contra você,
A ignorar toda Desgraça que nos ronda,
Ela atira.

Contra você,
A alienar-se por querer,
Ela atira.

Ela atira,
Metendo balas muito além
Do corpo.

Ela atira,
Abrindo buracos na mente
Para atingir a consciência.

Ela atira,
Abrindo buracos n'alma
Para Despertar A Verdadeira Essência.

Ela atira,
Sem dúvida,
Impiedosamente.

E infelizmente,
Muito poucos Ela consegue ferir
Para libertar das Desgraçadas Amarras...

Inominável Ser
COVEIRO
E
ATIRADOR






Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: