segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Traçando...


Circe Offering The Cup To Odysseus - John William Waterhouse


As Noturnas Chamas
Falam dos Mistérios
De Nomes Narrados
Na Origem
Total

(Antes de tudo, o Primeiro Hexagrama foi traçado dentro da Noite Primordial…)

Dos Laços
Que As Chamas
Assim Moldaram
Nasceu A Magia
Sem Cor
Sem Tom
Sem Som
Sem Voz

(No Pentagrama Da Eternidade, não existe O Bem, O Mal, A Magia Benigna, A Magia Maligna…)

Os que
Ouviram
Os que
Viram
Os que
Contaram
Fizeram da Magia
Um Nome a ser
Temido
E respeitado

(Nomes são importantes, Nomes não são importantes, ninguém sabe seu Verdadeiro Nome…)

No palco
Que se abriu
Diante dos Olhos
Dos Filhos Da Magia
O Punhal se colocou
Diante do Cetro
E acompanhou
O Trono
No Caminho
Da Espada

(Usaram, abusaram, teceram, desconstruiram, lançaram aos Infernos e elevaram aos Céus a Senhora Magia…)

Os Domínios
São ainda
Contemplados
A História
Não é apagada
Do Livro Eterno
E o primeiro
A clamar pela
Magia
Está lado a lado
Com o último
Que clamará
Pela
Magia

(De Circe a Crowley, de Eliphas Levi a LaVey, de Blavatsky a Rodbury, de Gardner a Konstantinos, de Merlin a Parsons e assim e assim e assim por diante…)


O Corvo
Canta
A Coruja
Pia
O Pinheiro
Se abre
A Figueira
Estremece
Sobre a terra
Úmida
E seca
A Magia
Ininterrupta
Dança
Corre
Escorre
E Canta

(E Seu Cântico É Sempre Novo, Pontuando Mortes E Renascimentos, Povos E Momentos, Atos E Inércias, Movimentos E Silêncios, O Todo, O Nada…)

Dançarinos
Corredores
Escorregadores
E Cantores
São os
Grandes Atores
Da Eterna Arte
Da Magia
Senhora
De Toda Luz
Senhora
De Toda Treva

(O Alto Traça Seus Geométricos Sigilos Assim Como O Baixo Traça Os Próprios Geométricos Sigilos…)

AVOC
ACEV
ADUT
ADEB

Inominável Ser
TRAÇANDO
PENTAGRAMAS
NESTA
COVA




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: