sábado, 29 de outubro de 2016

A Serpente, A Leoa E A Loba - Canto X


Lilith Wilderness Forever - Kevin Rolly


Não houve falha,
A Roda Da Vitória
Girou a favor
Da Horda Natural,
Tudo transportou-se
Para o avanço
Das Verdadeiras Coisas
Que Precisam Ocorrer.
Eu me ajoelhei diante
De um dos meus inimigos,
Um daqueles que
Decapitei.
Lilith veio para perto
De mim
E três vezes cruzou
A coroa
Que porto
E três vezes cruzou
A pétala de mil olhos
Que porto
E três vezes cruzou
A janela dos infinitos
Que porto
Com Suas Mãos
Ensangüentadas.
Fechei os olhos
E Ela pôs Seu pé
Esquerdo
Acima da minha
Coroa,
Proibidos Cânticos
A Serpente fez
Consagrando-me
Serpentino Consorte
De Coroa Dos
Verdadeiros Reis.
Cruzei as mãos no peito,
Ela pôs o mesmo
Pé esquerdo
Acima de minhas
Serpentinas mãos
Cobertas de sangue,
A Sola Dos Pés
Da Serpente
Queimou-me a pele,
Pele esta que escamas
De todas as serpentes
Mais perigosas das auroras
E dos crepúsculos
Porta.
Deitei-me com as mãos
Cruzadas,
Vi-me nu sem estar
Nu,
Senti a Mãe Lilith
Subir acima de mim.
Aqueles pés Dela
Caminharam por sobre
Mim,
Das pernas
À cabeça
O odor dos pés Dela
Me curou do terrível
Cansaço pós-batalha,
Me livrou da temível
Treva da fraqueza.
Ela deitou
Por cima de mim,
A cabeça voltada
Para baixo.
A Vulva,
A Santa Vulva,
A Vulva Dela,
Fitei com estes
Meus olhos de
Serpente feliz!
Ela beijou-me
No pênis,
Ela abençoou
Meu pênis.
Nove Beijos
Da Serpente,
Nove Beijos
Da Serpentina Semente!
Na Vulva Dela
Vi e Li
Os Livros Da Criação,
Passaram ante meus
Olhos de serpentina
Canção
Os Símbolos Das Eras
Novas
E Das Eras Antigas,
Os Povos Do Ontem
E Os Povos Do Hoje
E Os Povos Do Amanhã!
Luz naquela Vulva
Me envolvia!
Luz naquela Vulva
Me embriagava!
Luz naquela Vulva
Me amamentava!
Mãe Lilith
Apertou-me o pênis
Gritando ao
Inominável Desconhecido
O Meu Verdadeiro
Nome!
Mãe Lilith
Retirou-me o pênis
Com um golpe
Do Seu Machado,
Ao Meu Verdadeiro
Nome
Minha Humana Chama
Foi Extinta!
Mãe Lilith
Deu-me
Natural Chama,
O vigor entre as
Minhas pernas
Agora pertence
Ao Vigor Dela!
O pênis que guerreia
Dominado pela minha
Interna Atmosfera
Endurece-se apenas
Ao ouvir
O Sibilar Dela!
Mãe Lilith,
Sejas Meu Eterno
Pênis A Guerrear
Pelos Vales Da
Verdadeira Morte
E Os Da
Verdadeira Vida!
Mãe Lilith,
Equilibrai-me com
O Santo Esperma
Gerador de Outros
Filhos De Vossos
Exércitos
Como Eu!
Mãe Lilith,
Que com este
Novo pênis dado
Por Ti,
Pênis Sibilante,
Sibilante Pênis
De Feroz Filho Vosso,
Eu Possa Vencer
Toda Perturbadora
Ondulação,
Toda Atrasante
Paralisação,
Toda Arrasadora
Prisão
Do meu Ser
A Vibrar dentro
De Tua
Generosa Vulva!




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: