sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Nobre Querida Criatura Das Trevas


Night - Katrina Grekof


Colha meus danos,
Nobre Querida
Criatura Das Trevas,
Você caminha sobre
Meus ossos esmagados,
Ouve meus gritos
De ódio ocultados,
Fala com meus medos
Mais aprofundados,
Sussurra dentro das
Minhas paixões renegadas,
Vem a toda hora
Me mostrar o fundo
Do Abismo
E o alcance
Do Paraíso
Em redor dos
Teus braços!

Ame meus danos,
Nobre Querida
Criatura Das Trevas,
Este que vos fala
Toma o banho da chuva
Das passadas lembranças,
Atormentadas
Lembranças,
Temerosas
Lembranças,
Terríveis
Lembranças,
Horrendas
Lembranças,
De Existências
Que O Tempo
Lança aos pés
Dele!

Desate meus danos,
Nobre Querida
Criatura Das Trevas,
Não me negue
O desatar dos nós
De tudo que venho
A acumular aqui
Nesta carne sedenta
Por muito que está
Em outras mesas
De jantares,
Jantares estes
Onde são oferecidos
Os pães de alguma
Encontrável Verdade,
Verdade esta onde
Se escondem cada uma
Das Verdadeiras
Respostas
Para todas as minhas
Perguntas!

O quanto eu pergunto,
Nobre Querida
Criatura Das Trevas,
Atravessando
O Deserto,
Atravessando
O Abismo,
Atravessando
O Inferno,
Comendo
E vomitando
Cada um dos
Meus danos!

O quanto eu sofro,
Nobre Querida
Criatura Das Trevas,
Procurando as respostas
Por aqui
Dentro de mim,
Por lá
Fora de mim,
Por acolá
Sem mim,
Me fazendo acompanhar
Pelos cacos que são
Todos os meus danos
Dispostos em minha
Rede de pescar
Mortos peixes
Em rios envenenados!

Para onde estou indo,
Nobre Querida
Criatura Das Trevas,
Com todos os meus
Danos?

AINDA HÁ ESPERANÇA,
Nobre Querida
Criatura Das Trevas,
Para este poeta
Dos danos dele mesmo
E para esta poesia
Construída toda a partir
De tais danos?

O que há,
Nobre Querida
Criatura Das Trevas,
Atrás da Porta
Que leva ao que
Existe
No Grande Jardim
Das Trevas
Onde meus danos
Hão de repousar
Quando eu partir
Para
A Névoa?

Eu Sei,
Nobre Querida
Criatura Das Trevas,
As Verdadeiras
Respostas
Sem Danos
Sempre Advém
Da Névoa…

Inominável Ser
UM SER
DE DANOS
A DIALOGAR
COM UMA
NOBRE QUERIDA
CRIATURA
DAS TREVAS




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: