sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Um Ponto De Maria Navalha



Cuidado,
cuidado,
Seu Zé,
não mexa com essa mulher

Cuidado,
cuidado,
Seu Zé,
não mexa com essa mulher

Se você pisar devagarinho,
ela abre seu caminho,
ela abre seu caminho,
mas se você debochar
Maria Navalha bota pra quebrar,
mas se você debochar
Maria Navalha bota pra quebrar.

Cuidado,
cuidado,
Seu Zé,
não mexa com essa mulher

Cuidado,
cuidado,
Seu Zé,
não mexa com essa mulher

Se você pisar devagarinho,
ela abre seu caminho,
ela abre seu caminho,
mas se você debochar
Maria Navalha bota pra quebrar,
mas se você debochar
Maria Navalha bota pra quebrar.

Cuidado,
cuidado,
Seu Zé,
não mexa com essa mulher

Cuidado,
cuidado,
Seu Zé,
não mexa com essa mulher

Se você pisar devagarinho,
ela abre seu caminho,
ela abre seu caminho,
mas se você debochar
Maria Navalha bota pra quebrar,
mas se você debochar
Maria Navalha bota pra quebrar.

Ela é Malandra,
malandrinha lá do cais,
quero ver você fazer
o que a Navalha faz.

Ela é Malandra,
malandrinha lá do cais
quero ver você fazer
o que a Navalha faz.

Ela é Malandra,
malandrinha lá do cais,
quero ver você fazer
o que a Navalha faz.

Ela é Malandra,
malandrinha lá do cais,
quero ver você fazer
o que a Navalha faz.







Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: