quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Uma Rosa, Uma Caveira...


The Veil Of Death - Cris Ortega


Uma rosa
Na primeira cova
Do Grande
Cemitério

Uma caveira
Posta acima
Da mesma
Rosa

Uma rosa
Crescendo entre
Grandes espinhos
Do Grande Cemitério

Uma caveira
No meio dos espinhos
Onde nasce
A mesma rosa

Uma rosa
Habitando o Grande
Cruzeiro das Almas
Do Grande Cemitério

Uma caveira
Indicando a firmeza
Do Grande Cruzeiro
Na mesma rosa

Uma rosa
Segura por
Tranca-Rua das Almas
No Grande Cemitério

Uma caveira
Nas mãos de
Maria Padilha da Calunga
Perto da mesma rosa

Uma rosa
Aos pés de
Sete Catacumbas
No Grande Cemitério

Uma caveira
Nas mãos de
Exu Caveira
Entre a mesma rosa

Uma rosa
Crescendo por todo
O Grande
Cemitério

Uma caveira
Sempre fincada
Pelo Grande
Cemitério

Uma rosa
A Rosa
Do Grande Cemitério
Do Pai Omolu

Uma caveira
Uma dos Caveiras
Do Grande Cemitério
Do Pai Omulu

Rosa Caveira
Rosa Guerreira
Do Pai
Omulu

Rosa Caveira
Caveira Guerreira
Do Pai
Omulu

Rosa Caveira
Do
Grande
Cemitério

Rosa Caveira
De
Todos
Os Cemitérios

LAROYE POMBOGIRA

LAROYE POMBOGIRA

LAROYE POMBOGIRA

LAROYE POMBOGIRA

LAROYE POMBOGIRA

LAROYE POMBOGIRA

LAROYE POMBOGIRA

LAROYE POMBOGIRA

LAROYE POMBOGIRA

Inominável Ser
OFERECENDO
ESTA
POÉTICA ROSA
PARA
ROSA CAVEIRA




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: