sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Ouvindo Na Cova...


Mortalitas - No Eelys


Longo é o dia
dentro da noturna
alegria
da cova.

Nada de choro
e lágrimas escancaradas
foram todas
embora.

Nada de risos
e as gargalhadas explodindo
foram todas
para fora.

Restou o silêncio
da Dama Noturna
Da
Cova.

Restou o silêncio
do Senhor Noturno
Da
Cova.

Restou o silêncio
de cada
Coveiro
aqui.

Restou o silêncio
de todo
Coveiro
aqui.

Ouçam
o silêncio,
ouçam,
A Deusa Morte canta!

Ela canta
a melodia
do que se move
nas Sombras!

Ela canta
a melodia
do que cria
nas Sombras!

Ela canta
a melodia
do que respira
nas Sombras!

E,
envolta pelas Sombras,
Ela dá a cada
Coveiro

A Luz Alcançada!

Inominável Ser
NA LUZ





As Ruínas Da Solidão - Nayrha Lee



Aqui nas ruínas do tempo
Fico sentada esperando a alvorada chegar
Enquanto minha triste estrada eu sigo
Sem saber onde que vai dar

Sem a alegria de uma vida gloriosa
Aqui quero repousar o meu corpo
Olhar para este céu sem fim
E ouvir a canção dos ventos, apenas um pouco

Sem saber para onde seguir 
E onde saber chegar
Queria encontrar com a minha alma
Em algum lugar

Guiada pelo coração e pela dor
Vou andando sem temor
Arriscando tudo de mim por esses caminhos tortuosos
Seguindo em frente por destinos dolorosos

Seria eu ou a minha coragem 
Em enfrentar um mundo tão diferente do meu
Seria a minha única vontade
Chegar num lugar tão lindo igual ao seu

Sem saber de onde vem tanta tristeza
Seguro o meu coração gelado entre as mãos com a destreza
De alguém que protege um amor adormecido pelo tempo
Fingindo amar outro alguém nesse contratempo...




All My Faith Lost - The Fideal



Composição: Viola Roccagli e Federico Salvador


one by one my istants
the heart bleeds

the heart falls drop by drop
then sometimes cries

no sound, vague impressions
of space length, time

your ivory white face
your lips, very soflty
all eyes
and then, again, we leave
hand in hand

no one can hear me
i could suffocate







quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

O Noturno Romance De Um Amor Além Da Mortalidade


Filouino Couple


Todos Os Amores Além
Da Vida
Possuem O Signo
Do Corcel Inominável.


Todos Os Amores Além
Da Morte
Possuem O Signo
Do Leão Inominável.


Todos Os Amores Além
Dos Céus
Possuem O Signo
Do Escorpião Inominável.


Todos Os Amores Além
Dos Infernos
Possuem O Signo
Do Tigre Inominável.


Todos Os Amores Além
Do Alto
Possuem O Signo
Do Dragão Inominável.


Todos Os Amores Além
Do Abismo
Possuem O Signo
Do Falcão Inominável.


E Além
Do Abismo
Da Carne,
Do Abismo
Da Fome,
Do Abismo
Da Guerra,
Do Abismo
Da Desgraça,
Do Abismo
Da Maldição,
Do Abismo
Da Miséria,
Do Abismo
Da Perdição,
Do Abismo
Do Vício,
Do Abismo
Do Desequilíbrio,
Do Abismo
Do Declínio,
Do Abismo
Do Fracasso
E Do Abismo Pai
De Todos
Os Abismos
Há Amores
Em Noturnos Romances
Que Em Si Mesmos
São Incognosciveis
E Inomináveis!


Amores,
Romances,
Como Entre
Os Corvos Inomináveis!


Amores,
Romances,
Como Entre
Os Peixes Inomináveis!


Amores,
Romances,
Como Entre
Os Pombos Inomináveis!


Ah,
Amores,
Romances
Da Inominabilidade!


Ah,
Amores,
Romances,
Fora Da Humana
Limitação Selvagem!


Ah,
Amores,
Romances,
Dentro Da Essência
Da Inominabilidade!


Amores,
Romances,
Assim Possíveis
Para Os
Meros Mortais?


“Sim,
Há,
Inominável Bardo,
Dentro Das Luzes
Que Nada Revelam
Das Trevas Que
Tudo Velam
Aos Olhos
Dos Ignorantes
Cujas Velas
Sempre Acesas
Estão Apagadas
Nos Altares
Da Eternidade.”


Buscai
Amor
Assim,
Romance
Assim,
Nas Luzes,
Nas Trevas,
Na Unidade
Sem Nenhum
Limitador Nome
Da Vossa
Verdade,
Mortais!


Buscai
Inominavelmente
Tal Amor,
Mortais!


Buscai
Inominavelmente
Tal Romance,
Mortais!


Buscai,
Sim!


Buscai,
Sim!


BUSCAI,
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
!!!


Inominável Ser
EM FRENTE
A TAL AMOR
A TAL ROMANCE





Reminiscencias - Alejandra Pizarnik



y el tiempo estranguló mi estrella
cuatro números giran insidiosos
endureciendo las confituras
y el tiempo extranguló mi estrella
caminaba trillada sobre pozo oscuro
los brillos lloraban a mis veedores
y yo miraba y yo miraba
y el tiempo estranguló mi estrella
recordar tres rugidos de
tiernas montañas y radios oscuras
dos copas amarillas
dos gargantas raspadas
dos besos comunicantes de la visión de una existencia a otra existencia
dos promesas gimientes
tremendas locuacidad lejanas
dos promesas de no ser de sí ser de no ser
dos sueños jugando la ronda del sino
en derredor de un cosmos de
chanpagne amanillo blanquecino
dos miradas cerciorado la avidez de una estrella chiquita
y el tiempo estranguló mi estrella
cuatro números ríen en volteretas desabrida
muere uno
nace uno
y el tiempo estranguló mi estrella.




segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

De Todas As Minhas Feridas Abertas


Michelle Maron


Você está longe,
muito longe,
e agora não consigo
falar contigo,
ouvir as flores de sua
voz
que fecham todas
as minhas feridas…

Minhas feridas agora
começam a abrir-se
todas em conjunto…

Feridas em meu coração
físico,
mental
e espiritual…

Feridas em meus pulmões
físicos,
mentais
e espirituais…

Feridas em meus pés
físicos,
mentais
e espirituais…

Feridas em minhas mãos
físicas,
mentais
e espirituais….

Feridas em meus olhos
físicos,
mentais
e espirituais…

Feridas em meus lábios
físicos,
mentais
e espirituais…

Feridas,
minha flor do Nordeste,
que apenas tua presença
é capaz de fechar…

Todas as minhas
múltiplas feridas…

Todas as minhas
infinitas feridas…

Todas as minhas
gritantes feridas…

Todas as minhas
mutilantes feridas…

Todas as minhas
rutilantes feridas…

Todas as minhas
suplicantes feridas…

Todas as minhas
sussurrantes feridas…

Todas as minhas
gritantes feridas…

Todas as minhas
silenciosas feridas…

Todas as minhas
feridas feridas feridas
feridas feridas feridas
feridas feridas feridas…

Todas as minhas feridas
fechadas pela sua presença,
flor para o meu Ser.

Todas as minhas feridas
abertas por Outra Presença
quando você perto não está…

Abertas por Você,
Deusa Dor,
com cruel prazer a me torturar!

Inominável Ser
TORTURADO
PELA
DEUSA DOR




Atado Aos Teus Pés


Tattoo (2) - Vampirenish


Atado aos teus pés,
Diabólica escravizadora
D’alma minha tenebrosa,
Sou tão obediente quanto Satan
Acorrentado nos Infernos.


Atado aos teus pés,
Bacante devoradora
Da minha desesperada carne,
Sou tão submisso quanto Samael
Aos pés de Lilith.


Atado aos teus pés,
Vigilante carcereira
Da minha depravada mente,
Sou tão inofensivo quanto Cerbero
Acariciado por Perséfone.


Atado aos teus pés,
Satânica jogadora de um esporte
Que compreende muitos porres,
Sou tão pequeno quanto Shiva
Abaixo dos pés de Kali.


Atado aos teus pés,
Perigosa criatura exaltadora
Da minha malignidade,
Sou tão calado quanto Orfeu
A chorar por Eurídice.


Atado aos teus pés,
Arisca senhora que emite
Sons infernais ao cantar,
Sou tão sonhador quanto Dante
Hipnotizado por Beatrice.


Atado aos teus pés,
Arriscada meretriz que pulveriza
Imagens celestiais ao dançar,
Sou tão trágico quanto Romeu
Se suicidando com Julieta.


Atado aos teus pés,
Solar Feiticeira,
Lunar Feiticeira,
Infernal Feiticeira Senhora
Da Mais Alta Magia Negra!


Atado aos teus pés,
Grande Feiticeira,
Poderosa Feiticeira,
Trevosa Feiticeira Senhora
Da Magia Caótica!


Atado aos teus pés,
Sádica Feiticeira,
Maldosa Feiticeira,
Astuta Feiticeira Senhora
Da Kimbanda Lilithiana!


ATADO AOS TEUS PÉS,
QUERO VIVER!!!


ATADO AOS TEUS PÉS,
QUERO MORRER!!!


ATADO AOS TEUS PÉS,
QUERO SOFRER!!!


ATADO AOS TEUS PÉS,
QUERO ENLOUQUECER!!!


ATADO AOS TEUS PÉS,
QUERO
QUERO
QUERO
QUERO
QUERO
QUERO
QUERO
QUERO
QUERO
A TI
A TI
A TI
A TI
A TI
A TI
A TI
A TI
A TI
FEITICEIRA
DO CAMINHO SECRETO
DA ESQUERDA
NA CARNE
REVELADA!!!


Inominável Ser
ATADO
AOS PÉS
DELA