quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Aquele Que Chega


Japanese Demon - Alex Chatohin


Aquele Que Chega
Traz consigo as condições
Que todos os Adeptos
Que são Veículos
De um Deus morto
Portam pelas Fossas
Astrais.
Ele Chega
Sem fazer ruídos,
Sem apertar confusões,
Fazendo todo tipo
De barulho
E causando todo tipo
De confusão.
Com malícia,
Ele Chega
Para tombar toda
Já precária sanidade,
Resgatando pesadelos
De eras tetricamente
Bárbaras
Nas quais pais comiam
Os filhos crus
E reinos devastavam
Outros reinos
Com chamas que
Até hoje
Estão acesas.
Ele Chega
Trazendo o Ódio,
O Grande Ódio,
O Grande Poder
Do Ódio,
O Infinito Poder
Do Ódio,
Para rasgar
Todo sonho,
Para extinguir
Toda esperança,
Para eliminar
Todas as falsas
Mundanas alegrias
Dos humanos fadados
Ao existencial
Cadafalso.
Ele Chega,
Abrindo Portais
Para Comedores
De Carne Podre,
Bebedores
De Sangue
De Estupros,
Apreciadores
De Matricídios,
Parricídios
E Infanticídios!
Ele Chega,
Tendo ao lado
Multidões que veneram
O Terror,
A Desgraça,
A Destruição,
A Trapaça,
A Enganação,
A Estagnação,
A Queda,
O Fim,
O Aborto,
O Assassinato,
O odor dos
Cadáveres
Pelas ruas
E pelos campos
De batalhas!
Ele Chega
Ao Nascer
Do Sol Negro!
Ele Chega
Ao Adormecer
Do Sol Negro!
Ele Chega
Ao Grito
Do Sol Negro!
Ele Chega
Ao Silêncio
Do Sol Negro!
Ele Chega
Evocado
Pela Agonia,
Pelo Desespero,
Pela Dor,
Pela Perdição,
Pela Desgraça,
Pela Miséria,
Pela Maldição!
Ele Chega,
EI-LO AQUI!!!
Ele Chega,
EI-LO AÍ!!!
Ele Chega,
EI-LO,
ENFIM
ENFIM
ENFIM
ENFIM
ENFIM
ENFIM
ENFIM
ENFIM
ENFIM!!!


Inominável Ser
VENDO A CHEGADA
DELE




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: