segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Cradle Of Filth - Lilith Immaculate



Composição: Ashley Ellyllon / Dani Filth / Dave Pybus / James McIlory / Mark Newby-Robson / Martin Marthus Skaroupka / Paul Allender


Church bells resounded like judgement day
As they were making love
In the rainswept graveyard
She fucked him hard, silhouetted by flame
A monsoon Tigress set upon prey

Fall for the love of me
Crawl for the love of me
Drool for the love of my virulent sway
I grow more master the faster the days

Lilith Immaculate

This delectable reaper
Her eyes were profound
Drawing him in deeper
Until he was drowned
Hurled on the shore
Of the world underground...

Lilith Immaculate

Mortal kind, a morbid wine
For this dark moon goddess
And freed to stretch her claws
This beautiful whore
Would be brutally honest

Tortuous one, taboos undone
A glittering star on a sea of myriad waves
And a thickening mist, a seductress
Leading lovesick hearts astray

Lilith Immaculate

In the throes of orgasm, she bucked and he broke
At the height of the storm, the chaos they'd smote
Burning behind her in arabesque smoke
Framed a vision transformed as she sucked from his throat

Victoria smiled, her now golden eyes
Possessed a regal bearing
Of omnipotent power
From wet lips to her smouldering thighs
Her beauty perfected and her will agonised

Fall for the love of me
Crawl for the love of me
Drool for the love of my virulent sway
I grow more the master the faster the days

Lilith Immaculate

With dread single purpose
Her mind told him stay
She strode through the fire
Desire aflame
She murdered the nuns
In such horrible ways...

Lilith Immaculate

"That night we lay entwined on hay
Inside a soldier's barn
Her panting breath an opiate
As in her bolder grasp
I caught the scent of desert sands
The Holy lands, the fall of reason
But only when I smelt the blood
Did I fear her colder hand"

I am darkness, I am sin
The Queen of lust invited in
Reborn at last to cast my
Fecund shadow on this world
You shall worship me, enslaved
For many lovers shall I crave
And in return, i'll gladly pave
Your psycho path with pearls

For I have been grating
And waiting so long to find
The most perfect hostess close to me
Whose thin-ice troubled mind
Was like a cracked, black ornate mirror
To slip right through in time
When at last I wore Harmonia's necklace
The cursed twin serpents mine"

Tortuous one, debauchery won
The attention of Emperors, Princes and Tsars
For the toll of her kiss, no soul could dismiss
The advance of her throne from afar

This English rose with traits of those
Who graced the harems of the East
Adorned with thorns, she raised the horns
And scarlet hems to wasted priests

Fall for the love of me
Crawl for the love of me
Drool for the love of my virulent sway
I grow more master the faster the days

Lilith Immaculate

This delectable reaper
Her eyes were profound
They drew him in deeper
Until he was drowned
Hurled on the shore
Of the world underground...

Lilith Immaculate

Fall for the love of me
Crawl for the love of me
Drool for the love of my virulent sway
I grow more master the faster the days

Lilith Immaculate

The flutes and sweet wine
Of her voice anodyne
Her power was growing
Every hour malign
The truth, Lilith's kingdom
Drew closer with time





Os sinos da igreja ressoavam como o dia do julgamento
Quando eles estavam fazendo amor
No cemitério tomado pela chuva
Ela fodeu ele pra valer, silhueta pelo fogo
Uma tigresa de Monsoon sobre a presa

Caia apaixonado por mim
Arraste-se de amor por mim
Babe por amor do meu balanço virulento
Eu ganho mais dominio ao passar dos dias

Imaculada Lilith

Essa deliciosa ceifadora
Seus olhos eram profundos
Atraindo-o profundamente
Até que ele se afogou
Arremessando-o na costa
Do mundo subterrâneo

Imaculada Lilith

Espécie mortal, um vinho mórbido
Para esta deusa lua negra
E livre para esticar suas garras,
Essa bela meretriz,
Seria brutalmente premeditada

Tempestuosa, tabus desfeitos
Uma estrela brilhante sobre o mar de inumeras ondas
E uma densa névoa, uma sedutora
Liderando um perdido coração apaixonado

Imaculada Lilith

Nas torturas dos orgasmos, ela o dominou
Na altura da tempestade, o caos que eles excitaram
Queimando atrás dela em fumaça Arabesque,
Formou uma visão, quando ela chupou o seu pescoço

Victoria sorriu, com seus olhos agora dourados
Possuiu um porte real
De onipotente poder
Dos lábios molhados até suas coxas em chamas
Sua perfeita beleza e seu desejo agonizante

Caia apaixonado por mim
Arraste-se de amor por mim
Babe por amor do meu balanço virulento
Eu ganho mais dominio ao passar dos dias

Imaculada Lilith

Com o propósito único temor
Sua mente disse à ele para que ficasse
Ela caminhou pelo fogo,
Desejo em chamas,
Ela assassinou as freiras
Em maneiras tão terríveis...

Imaculada Lilith

"Aquela noite nós deitamos entrelaçados no feno
Dentro de um celeiro de soldado.
Sua respiração ofegante um opiáceo,
Como em sua compreensão mais ousada.
Eu senti o cheiro de areias do deserto
As terras santas, a queda da razão
Mas somente quando eu senti o cheiro do sangue
Eu temi a sua mão gelada

Eu sou escuridão, eu sou pecado
A rainha dos desejos sexuais
Finalmente renascida para lançar minha
Sombra da fecundação sobre este mundo.
Você deve me adorar, escravizado
Por muitos amantes eu deverei ansiar,
E em retorno, eu vou com prazer preparar
Seu caminho psicótico com pérolas

Por isso estive
Esperando tanto tempo para encontrar
O mais perfeito habitat perto de mim
Cujo a mente é perturbada, gelo fino,
Era como um espelho rachado, preto, enfeitado,
Para escapar de vez
Quando eu finalmente usei o colar de Harmonia
Minhas amaldiçoadas serpentes gêmeas"

Tortuosa, deboche venceu
A atenção de imperadores, príncipes e Czares
Para o número de vitimas do seu beijo. Nenhuma alma poderia rejeitar
O avanço do seu trono de Afar

Essa rosa inglesa cresceu com traço daqueles
Que enfeitaram os haréns do Oriente
Adornada com espinhos, ela levantou os chifres
E bainhas de escarlate para os sacerdotes perdidos

Caia apaixonado por mim
Arraste-se de amor por mim
Babe por amor do meu balanço virulento
Eu cresço rapidamente ao passar dos dias

Imaculada Lilith

Essa deliciosa ceifadora
Seus olhos eram profundos
Eles atraíram-no profundamente
Até que ele se afogou
Arremessado-o na costa
Do mundo subterrâneo

Imaculada Lilith

Caia apaixonado por mim
Arraste-se de amor por mim
Babe por amor do meu balanço virulento
Eu ganho mais dominio ao passar dos dias

Lilith Imaculada

As flautas e vinho doce
Da sua voz anódina
Seu poder foi crescendo
Cada maligna hora
A verdade, O reino de Lilith
Se aproximava com o tempo.


Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: