sábado, 10 de dezembro de 2016

Divina Comédia - Goes Mariano



A divina comédia, triste e humana
Arrancou-me a última risada
Ela correu em pelo na savana
Como um caça tola e encurralada

Impõe-se a tragédia do infinito
Sobre a primeira lágrima da noite
Lembra uma estrela que nasceu de um grito
Uma gota de sangue sob um açoite

Se a morte é sina e todos os caminhos
Declinam para o fim desse existir
Cuspo nas rosas e adoro espinhos

Rosno pra deus e beijo o satanás
Prometo que não hei mais de sorrir
Se todo sempre leva ao nunca mais

Anjos urbanos
@Direitos reservados




Reações:

1 Lamentos Finais De Cadáveres:

Dose Diária disse...

Olá que blog incrível!! Amei a matéria :) Por favor, visite a minha página e me siga também.

http://idosediaria.blogspot.com.br/