sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Ouvindo Na Cova...


Mortalitas - No Eelys


Longo é o dia
dentro da noturna
alegria
da cova.

Nada de choro
e lágrimas escancaradas
foram todas
embora.

Nada de risos
e as gargalhadas explodindo
foram todas
para fora.

Restou o silêncio
da Dama Noturna
Da
Cova.

Restou o silêncio
do Senhor Noturno
Da
Cova.

Restou o silêncio
de cada
Coveiro
aqui.

Restou o silêncio
de todo
Coveiro
aqui.

Ouçam
o silêncio,
ouçam,
A Deusa Morte canta!

Ela canta
a melodia
do que se move
nas Sombras!

Ela canta
a melodia
do que cria
nas Sombras!

Ela canta
a melodia
do que respira
nas Sombras!

E,
envolta pelas Sombras,
Ela dá a cada
Coveiro

A Luz Alcançada!

Inominável Ser
NA LUZ





Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: