sábado, 25 de fevereiro de 2017

A Sede Dos Deuses Selvagens


The Barbarian - Isikol


Deuses Selvagens 
Buscam Sangue
E eu ofereço
O de meus
Inimigos abatidos
Nos Campos
De minha
Guerra


A Sede
Dos Deuses Selvagens
Atira meu corpo
Aos sangrentos
Embates


A Sede
Dos Deuses Selvagens
Move meu corpo
Em sangrentos
Segundos


A Sede
Dos Deuses Selvagens
Alivia meu corpo
Em sangrentos
Minutos


A Sede
Dos Deuses Selvagens
Abençoa meu corpo
Em sangrentas
Horas


Eu bebo
Junto com Eles
Bebo
Do sangue
O sangue
O sangue


Eu bebo
E aos
Deuses Selvagens
Devoto meu
Caminho
Na Guerra


Eu bebo
Eu bebo
E sempre sou
Abraçado
Pelos meus
Deuses Selvagens


Eu bebo
E sou bebido
Aos Deuses Selvagens
Também sou
Sacrifício
Também sou
Alimento
Também sou
Pequeno


Eu sirvo a
Eles
E na Guerra
Meu nome
Estremece
As terras
Onde por
Aqueles
Sou levado
A sangue
Derramar


Inominável Ser
INOMINÁVEL
POETA
SELVAGEM




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: