domingo, 19 de fevereiro de 2017

Inkubus Sukkubus - Beltaine




Underneath the neolithic sky
Where the beasts are so proud to die
Across the sea of a million dreams
Where nothing is as it once seemed

I hear the Pan's pipes playing
In what the wind is saying
Here comes the fallen angel
Here comes the long-dead God
Back from the years in exile
Here comes the wild Pagan heart

And the May Queen sings her song
For her consort who is gone
Children mourn the loss of Pan
Whom Death banished from this land

It has been two thousand years
The Earth is soaked with blood and tears
The once great Lord of the Hunt lies slain
His bride''s a-burning in the flame

Mother Earth lies raped and poisoned
The final day draws ever closer
To a time of ice and fire
She shall be a funeral pyre





Por debaixo do céu neolítico
Onde as bestas têm muito orgulho em morrer
Através do mar de um milhão de sonhos
Onde nada é como outrora parecia

Eu ouço as flautas de Pan tocando
No que o vento está dizendo
Aqui vem o anjo caído
Aqui vem o Deus há muito tempo morto
De volta dos anos em exílio
Aqui vem o selvagem coração Pagão

E a Rainha de Maio canta sua canção
Para seu consorte que se foi
As crianças choram a perda de Pan
De quem a Morte baniu desta terra

Já há passado dois mil anos
A Terra está embebida com sangue e lágrimas
O outrora grande Senhor da Caça jaz morto
A sua noiva está queimando na chama

A Mãe Terra jaz estuprada e envenenada
O último dia vai chegando mais próximo
Para um tempo de gelo e fogo
Ela há de ser uma pira funerária







Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: