domingo, 28 de maio de 2017

Sonho & Trevas


Stairway To Heaven - Cosmic Decadence 


Em um sonho nas Trevas,
Vejo seus quadris balançarem
Em um movimento semelhante
Ao nascer selvagem
Das brutalidades.

"Venha,
Inominável..."

Em um sonho nas Trevas,
Você chega mordendo 
Toda a textura de minha
Obscura solitária alma.

"Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável..."

Em um sonho nas Trevas,
Te sinto como parte do Inferno,
Tradutora das Escrituras do Diabo,
Fazedora de Demônios irados.

"Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável..."

Em um sonho nas Trevas,
Toco nas fissuras de teus pés,
Tremo nas fechaduras de tuas mãos,
Tomo nas curvas de tuas coxas.

"Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável..."

Quem é você,
Agarrada aos meus sonhos
Nas Trevas onde encontro
Meus Verdadeiros Lares?

"Eu Apenas Sou Eu,
Inominável..."

Quem é você,
Estremecendo meu Ser
Por entre os Templos que
Fazem nascer as Trevas?

"Eu Continuo Sendo Eu,
Inominável..."

Quem é você,
Agindo como detentora
De cada terrível alvorecer
Dos Solos Trevosos?

"Eu Sempre Serei Eu,
Inominável...
E Quem É Você,
Inominável?"

Eu sempre serei
Apenas um Ser,
Adorável Senhora
Das Trevas.

"Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável...
Venha,
Inominável..."

Inominável Ser
SENDO
POR ELA
CHAMADO





Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: