segunda-feira, 26 de junho de 2017

.........


Imagem Colhida no Pixabay 

Pedimos uma liberdade senhora
Da mais justa propriedade
De nos tornar seres que
Deixem de vagar
Como escravos sociais
E reféns dos ismos
Desta porca tola
Contemporaneidade.
No entanto,
A Inquisição mudou de nome,
Torquemada grita
Nos púlpitos,
Nas bancadas,
Nos bancos,
Nas escolas,
Nos lares,
Nos bares,
Nas ruas,
Na Internet...
Oh, 
Sim,
Em todo lugar onde haja
Um domínio de mentes
Atreladas ao capital
Execício de marchar
Para o abate,
Torquemada se expressa
Mandando brasa
Em toda cara
Daquele que no meio
Do gado
Grite
LIBERDADE!!!
LIBERDADE!!!
LIBERDADE!!!
LIBERDADE!!!
EU TE CHAMO,
LIBERDADE!!!
EU TE EVOCO,
LIBERDADE!!!
EU TE INVOCO,
LIBERDADE!!!
EU TE QUERO,
LIBERDADE!!!
CHEGUE AQUI,
LIBERDADE!!!
CHEGUE AGORA,
LIBERDADE!!!
CHEGUE,
LIBERDADE!!!
CHEGUE,
LIBERDADE!!!
CHEGUE,
LIBERDADE!!!
Ah...
É...
Puxa...
Eu gritando daqui
E esquecendo que 
A Deusa Liberdade
Está bem longe
Desta bosta
De Humanidade...
Estou ficando rouco,
Eu grito demais!
E somente perco
Meu tempo
E a linha
E a minha voz.

Inominável Ser
UM MALUCO
GRITANDO
POR UMA DEUSA
BEM DISTANTE




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: