terça-feira, 27 de junho de 2017

Respondendo A Tudo Com Suada Procrastinação


Jada Stevens 

Que o mundo caia em redor,
Que bodes velhos sejam desmascarados,
Que mitos falem merda,
Que merdas se tornem presidentes,
Não quero entrar no jogo
Das energias dementes,
Eu estou no Tantra Permanente
Em um jogo muito maior
Que o das massas fodidas
Desta merda de Humanidade!

À esquerda
Lilith
E uma Maria Padilha;
À direita
Uma Deusa 
Encarnada
E parceiras no crime
De incentivo supremo
À carnalidade:
Minha descida aos Infernos
E às Trevas onde me sinto
Muito melhor do que
Entre os céus
E as luzes
Das cinzentas cidades
De pedra!

Infernos entre as pernas
De uma mulher,
Trevas dentro do cu
De uma mulher,
Por que eu haveria de ser
Um santinho
Politicamente correto
Em matéria de falar
Das minhas mais perversas
Expansivas Loucuras 
E Absolutíssimas Taras?

Não há prazer maior do que uma
Verdadeira Liberdade
Sem as determinações
Do juizinho,
Do pastorzinho,
Do padreco
Ou do moralistazinho
De merda que insistem
Em profanar a sagrada santidade
Da carnalidade!

Prazer,
Machos
E fêmeas
A lerem este recado
Em forma de discurso
De tarado,
Que os ricos tesouros
Em vossos 
Lábios,
Tetas,
Paus,
Bucetas,
Cus,
Pés
E mãos
Podem saborear!

Estamos no Inferno,
Nós somos
Os Demônios,
Não percamos tempo
Com o
"Crescei
E multiplicai-vos",
Nos matemos no
CRESCEI
PRÁ FODER
PRÁ CARALHO!!!

Preciso dizer o nome
Daquela que a isto
Ordena?

Inominável Ser
SENTINDO
A MORDIDA
DA PROCRASTINAÇÃO
MAIS ENVENENADA




Reações:

0 Lamentos Finais De Cadáveres: