Oração A Exu Caveira


Exu Caveira - Monroe Rodriguez Singh


Exu Caveira,
Senhor Cujos Ossos
Portam Os Mistérios
Daqueles Que Conhecem
As Chagas Do Grande
Pai Omulu,
Que Os Ossos Dos 
Meus Inimigos
Eu Possa Quebrar,
Que As Muralhas
À Minha Frente
Eu Possa Enterrar,
Que O Grande Osso
Que Me Impede De Seguir
Para A Frente
Eu Possa Pulverizar.
Nas Manhãs,
Sacudas Vossos Ossos
Para Cada Kiumba
Em Minha Estrada,
Cada Osso
Para Eles
Espantar.
Nos Meios-Dias,
Sacudas Vossos Ossos
Para Cada Mandinga
Posta Diante
De Cada Um
Dos Meus Passos,
Cada Osso
Para Elas
Destroçar.
Nas Tardes,
Sacudas Vossos Ossos
Para Cada Vício
Que Possa Tentar
Em Mim Crescer,
Cada Osso
Para Eles
Esmagar.
Nas Noites,
Sacudas Vossos Ossos
Para Cada Calamidade
Que Tente
À Minha Morada
Montar Guarda,
Cada Osso
Para Elas
Destruir.
Nas Meias-Noites,
Sacudas Vossos Ossos
Para Cada Tocaia
Que Meus Inimigos
Tentem Praticar,
Cada Osso
Para Elas
Apagar.
Nas Madrugadas,
Sacudas Vossos Ossos
Para Cada Armadilha
Que Os Humanos
Caminhos Carnais
Possam Me Guiar,
Cada Osso
Para Elas
Encobrir.
E Na Minha Cova,
Sacudas Vossos Ossos
Para Cada Um
Dos Meus Ossos
Sempre Serem
Tão Firmes Quanto
Os De Todos Que,
Como Vós,
Seguem A Eterna
Dança Sagrada
Do Pai Omulu
No Grande Cemitério
Onde Ele Sempre
Há De Reinar.

LAROYÊ ESÙ!!!!

LAROYÊ ESÙ!!!

LAROYÊ ESÙ!!!

Inominável Ser
EM ORAÇÃO
A EXU CAVEIRA
GRANDE SERVO
DE OMULU




0 Comentários: