Em Sete Encruzilhadas Com Um Exu Tiriri


Exu Tiriri - Felipe Caprini


Era grande a imensidade de todas as Passagens e Paisagens que se desdobravam à minha frente dentro da Grande Encruzilhada. Acima, o Senhor Cósmico Dos Caminhos derramava Sua Arte na forma de quartos com vida representando diversas histórias da Encruzilhada Das Humanidades. Chegando de uma Trilha que leva para diversos Mistérios, um Exu Tiriri de mim se aproximou me convidando para uma esotérica viagem por Sete Encruzilhadas. Ele riscou ponto e acendeu uma fogueira, indo à minha frente para destrancar as Portas Cruzadas. Segui com ele em silêncio e um pouco do ensinamento que dele ouvi a seguir relato com respeito e tato.


Aberta A Primeira
Porta,
Abriu-Se O Caminho
Da Primeira
Encruzilhada,
Antigos Verbos
Sagrados
Ao Longo Do Caminho
Abrem Vértices
Que Levam
Aos Mundos
As Palavras Também
Sagradas.

Aberta A Segunda
Porta,
Abriu-Se O Caminho
Da Segunda
Encruzilhada,
Os Pontos De Luz
E De Escuridão,
Viajantes Pela
Criação,
Dançam Diante
Dos Olhos Cósmicos
Da Grande
Expansão.

Aberta A Terceira
Porta,
Abriu-Se O Caminho
Da Terceira
Encruzilhada,
Vestes De Verdades
Manifestando
As Fontes Mais
Altas Do Kosmos
Se Aliam
Aos Caminhos
Dos Mortais
E Dos Imortais
Na Estrada
Existencial.

Aberta A Quarta
Porta,
Abriu-Se O Caminho
Da Quarta
Encruzilhada,
Muitos Movimentos
Para Todas
As Dimensões,
Puros Momentos
Entre Todos
Os Setentriões,
Expansivas Vozes
Elevando
E Caindo
Sobre As
Altas
E Baixas
Vozes.

Aberta A Quinta
Porta,
Abriu-Se O Caminho  
Da Quinta
Encruzilhada,
Cavernas Abrindo-Se
Em Grandes Mentes,
Abismos Elevando-Se
Às Infinitudes,
Torres Eternas
Habitadas Por
Vontades Celestiais,
Apontando Para
O Expandir
Original.

Aberta A Sexta
Porta,
Abriu-Se O Caminho
Da Sexta
Encruzilhada,
Pontos De Poder
De Inumeráveis
Vértices,
Pontos De Ser
De Infindáveis
Portes,
Pontos De Vista
Do Infindável
Revelado Através
De Insondáveis
Mistérios.

Aberta A Sétima
Porta,
Abriu-Se O Caminho
Da Sétima
Encruzilhada,
Novas Terras
Chegando,
Novas Terras
Surgindo,
Novas Terras
Caminhantes,
Novas Terras
Comunicantes,
As Terras
Do Elemento
Infinito
Multiplicado.

E O
Exu Tiriri
Que Me Guiou
Ainda Me Mostrou
Outras
Encruzilhadas,
Inacabáveis São
De Sete
Em Sete
As Cósmicas
Encruzilhada.

E O
Exu Tiriri
Que Me Guiou
Forjou Com
As Mãos
Sete Espadas
Com Sete
Vezes Sete
Infindos Mistérios
Nas Lâminas,
Plantando Cada Uma
No Meio
De Cada
Encruzilhada.

E O
Exu Tiriri
Que Me Guiou
Rodopiou
E Gargalhou
Na Última
Encruzilhada
Por Onde
Me Conduziu,
Ele Rodopia
Continuamente
Pelos Sete
Tronos,
Ele Gargalha
Continuamente
Revelando
Sete Verbos.

LAROYE
EXU TIRIRI!!!

LAROYE
EXU TIRIRI!!!

LAROYE
EXU TIRIRI!!!

LAROYE
EXU TIRIRI!!!

LAROYE
EXU TIRIRI!!!

LAROYE
EXU TIRIRI!!!

LAROYE
EXU TIRIRI!!!

LAROYE
EXU TIRIRI!!!

LAROYE
EXU TIRIRI!!!

LAROYE ESÙ!!!

LAROYE ESÙ!!!

LAROYE ESÙ!!!

LAROYE ESÙ!!!

LAROYE ESÙ!!!

LAROYE ESÙ!!!

LAROYE ESÙ!!!

LAROYE ESÙ!!!

LAROYE ESÙ!!!


Retornamos à Grande Encruzilhada, encontrando outros Tiriris, outros Desdobrados como eu, outros Exus e incontáveis Pombagiras. Cada um aprendendo. Cada um ensinando. Cada um ouvindo. Cada um falando. Cada um observando. Cada um adentrando em uma Encruzilhada. Exus abrindo Portas. Pombagiras abrindo Portas. E o Tiriri que me guiou me abraçou, me deu uma rubra vela e soltou uma gargalhada.

Inominável Ser
QUE SETE
VEZES
AINDA OUVE
AS GARGALHADAS
DE UM
EXU TIRIRI




0 Comentários: